23/09/2010 12:00 am

PARA IPEA, AUMENTO DO DESEMPREGO EM 2009 FOI CULPA DA CRISE MUNDIAL

PARA IPEA, AUMENTO DO DESEMPREGO EM 2009 FOI CULPA DA CRISE MUNDIAL

Isabela Vieira
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro- O aumento do número de pessoas procurando por emprego e a redução da capacidade da economia de gerar novos postos de trabalho, principalmente por causa dos impactos da crise financeira de 2008, se refletiram na taxa de desemprego do ano passado. Essa é umas das conclusões do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que estudou dados do mercado de trabalho compilados em 2009 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O comunicado do Ipea informa que a taxa de desemprego subiu 1,3 ponto percentual entre 2008 e 2009 e fechou o ano em 9,1%. O aumento foi considerado expressivo, pois a taxa vinha caindo desde 2005 e atingiu o menor valor nos 12 meses anteriores (7,8%).

Apesar da dificuldade de absorção do mercado de trabalho, o Ipea destacou que a taxa de desemprego de 2009 foi uma das menores da década, que registrou em 2003 a maior taxa (10,5%). Alem disso, a base de comparação (a taxa de 2008) era “excepcional”, difícil de ser batida.

Edição: Vinicius Dori

FONTE: http://agenciabrasil.ebc.com.br/web/ebc-agencia-brasil/enviorss/-/journal_content/56/19523/1048999

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br