16/07/2012 12:00 am

Países de língua portuguesa discutem combate à fome e à pobreza

Países de língua portuguesa discutem combate à fome e à pobreza

 

Os representantes dos oito países que integram a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) discutirão a partir de segunda-feira (17) propostas para a erradicação da fome e da pobreza nas regiões. O objetivo, segundo o ministro da Agricultura de Moçambique, Daniel Clemente, é definir a coordenação de esforços e o estabelecimento de um quadro político-estratégico de segurança alimentar e nutricional.

 

As discussões ocorrem na 9ª Conferência dos Chefes de Estado e Governo da CPLP, em Maputo, Moçambique. O Brasil será representado pelo vice-presidente da República, Michel Temer, e pelo ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota.

 

Integram a CPLP Brasil, Portugal, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Timor Leste, São Tomé e Príncipe. A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome do Brasil, Tereza Campello, disse em junho à Agência Brasil que os programas de transferência de renda brasileiros são tomados como exemplos por vários países.

 

Na abertura do encontro dos especialistas hoje o ministro da Agricultura de Moçambique, Daniel Clemente, defendeu a ação conjunta. “A coordenação de esforços no espaço da CPLP é uma necessidade para a erradicação da fome e pobreza, para responder à expectativa de uma comunidade de países com um capital humano saudável e ativo”, disse.

 

A representante da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), Bárbara Ekwal, elogiou os esforços da CPLP em combater a fome a pobreza. “A CPLP é precursora na integração do direito humano à alimentação adequada na sua Estratégia de Segurança Alimentar e Nutricional, mas deve agora passar à materialização desse objetivo”, disse.

 

Fonte: Agência Brasil

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=188587&id_secao=9

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br