6/12/2010 12:00 am

OS DESAFIOS DO PROJETO DE TRÂNSITO EM SÃO LUÍS

OS DESAFIOS DO PROJETO DE TRÂNSITO EM SÃO LUÍS 

Com o crescimento populacional da capital maranhense, especialistas defendem que o planejamento urbano do trânsito seja revisto pelo poder público o quanto antes.

Daniel Fernandes 

Não tem quem não utilize meios de transporte para se locomover diariamente em São Luis, seja público ou particular. E não tem quem não reclame dos problemas que enfrenta entre o sair de casa e o chegar ao destino desejado. 

Engarrafamentos, buracos, vias mal sinalizadas, ruas com dois ou mais nomes, semáforos problemáticos, condutores imprudentes. Com a chegada de São Luis à marca de um milhão de habitantes, a dúvida sobre a real capacidade da capital de abrigar todos de forma satisfatória, e ainda atender às demandas populacionais do futuro, paira na cabeça dos moradores.

Por um lado, a Prefeitura de São Luis tem asfaltado ruas e avenidas dos bairros, tornando o acesso à via mais fácil. Através da Operação São Luis Trafegável, por exemplo, foram revitalizados mais de 200 km de ruas e 1,5 milhão de metros quadrados. 

Importantes trechos de avenidas de São Luis foram totalmente reconstruídas e revitalizadas, como a Avenida Santos Dumont, a via de acesso ao Parque Vitória e a ligação entre a Santos Dumont e a Guajajaras.

À parte ao lado estrutural, os gargalos de tráfego são tortuosos. Um exemplo é a Ponte José Sarney, que, na saída do Centro para o São Francisco, forma um imenso engarrafamento, por só ter apenas uma pista para os veículos. 

A Avenida Jerônimo de Albuquerque, Avenida dos Holandeses e outras são sinônimos de trânsito lento durante horários de pico: os carros não fluem por vários minutos.

 

FONTE: http://www.oimparcialonline.com.br/noticias.php?id=66446

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br