5/09/2012 12:00 am

ONU destaca luta contra o racismo na Bolívia

ONU destaca luta contra o racismo na Bolívia

 

O relator especial das Nações Unidas, Mutuma Ruteere, afirmou que este organismo internacional deve aprender com a Bolívia e com seu modelo de luta contra o racismo e toda a forma de discriminação para replicá-lo em outros países.

O funcionário da ONU visita a Bolívia para recopilar informação sobre os avanços na luta contra o racismo e a discriminação, destacou nesta quarta-feira (5) o jornal Cambio. “Trata-se das primeiras oportunidades que temos de entender a problemática deste país, mas queremos dar continuação para qualquer informação que encontremos, divulgar (…) para que talvez se possa utilizar em outros países”, afirmou Ruteere em ato de boas-vindas da chancelaria boliviana.

Ele explicou que sua presença na Bolívia, até a próxima segunda-feira (10), é para aprender com a experiência boliviana através de reuniões com autoridades do Governo, organizações sociais e outras entidades.

 

O chanceler boliviano David Choquehuanca, durante o ato de boas-vindas afirmou que o Governo de Evo Morales implementa desde 2006 medidas legislativas para a luta contra a exclusão e o racismo, para erradicar esse problema do país.

 

Em outubro de 2010, Morales promulgou a Lei de Luta Contra o Racismo e Toda a Forma de Discriminação, com o objetivo de implementar políticas públicas de proteção e prevenção da discriminação e o racismo.

 

Choquehuanca afirmou que a Bolívia é um referencial das Nações Unidas para construir sociedades sem racismo. Em seu primeiro dia de visita ao país, o delegado da ONU se reuniu com os ministros da Justiça, Educação e Comunicação, assim como com representantes da Confederação Nacional de Mulheres Camponesas Indígenas Originárias da Bolívia “Bartolina Sisa”.

 

Fonte: Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=193028&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br