15/06/2012 12:00 am

ONU defende economia verde em relatório lançado na Rio+20

ONU defende economia verde em relatório lançado na Rio+20

 

O Programa das Nações Unidas para o Meio-Ambiente (Pnuma) tenta de todas as maneiras convencer os países em desenvolvimento ao tema da economia verde. Para tanto, lançou na quinta-feira (14) um relatório de práticas econômicas sustentáveis em regiões pobres, durante a Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, que acontecerá até sexta-feira (22), no Rio de Janeiro. Sabe-se, no entanto, que tal proposta coloca o capital no comando dos recursos naturais, ferindo a soberania dos povos.

A definição do termo “economia verde” é, inclusive, um dos pontos difíceis da negociação entre os representantes de Estado, segundo Nikhil Seth, diretor da divisão de Desenvolvimento Sustentável do departamento de Desenvolvimento Econômico e Social da ONU. “A economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável é discutida pela ONU pela primeira vez nesta conferência, mas há difculdades conceituais”, disse Peter Hazlewood, diretor de Ecossistema e Desenvolvimento do Pnuma.

 

Um dos argumentos do relatório é que atribuir valor de mercado a recursos naturais beneficiaria os mais pobres porque isso eleva os preços dos produtos agrícolas, dos quais dependem muitos dos mais pobres no mundo. De acordo com a publicação, o mercado de produtos agrícolas triplicou em dez anos e atingiu um volume de negócios de US$ 60 bilhões em 2011.

 

Com UOL

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=185907&id_secao=10

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br