12/01/2011 12:00 am

OMS: VIOLÊNCIA CONTRA MULHER É PRIORIDADE DE SAÚDE PÚBLICA

OMS: VIOLÊNCIA CONTRA MULHER É PRIORIDADE DE SAÚDE PÚBLICA

Para agência da ONU, o problema também é uma questão de paz e segurança; alerta foi feito em boletim do Departamento de Saúde Reprodutiva e Pesquisa da OMS.

 

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York. *

A Organização Mundial da Saúde, OMS, afirmou que a violência contra a mulher representa uma prioridade urgente de saúde pública.

 

 

A declaração faz parte de um boletim da agência, publicado no início deste mês. Segundo o documento do Departamento de Saúde Reprodutiva e Pesquisa, a “violência contra mulheres é talvez a mais vergonhosa das violações de direitos humanos”.

Parceiros

A pesquisa sobre o crime, em especial sobre a violência praticada por parceiros das mulheres, tem aumentado. Desde 2005, a prevalência de estudos subiu de 80 para mais de 300, em 2008.

A OMS tem agora dados de mais de 90 países. A agência tem dificuldade, no entanto, para receber informações do Oriente Médio e do oeste da África.

A violência contra mulheres é geralmente direta através de homicídios ou indireta com casos de suicídios e de doenças como a Aids.

A pesquisa da ONU também indica que a violência feminina tem custos altos. Em 2002, a organização Saúde Canadá informou que os gastos diretos com tratamento médico era de mais de 1 bilhão de dólares canadenses, o equivalente a cerca de US$ 1 bilhão.

*Apresentação: Eduardo Costa Mendonça, da Rádio ONU em Nova York.

 

FONTE: http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/detail/189885.html

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br