7/10/2011 12:00 am

O significado do plebiscito pela educação no Chile

O presidente da Confederação de Trabalhadores do Cobre do Chile, Cristian Cuevas, ressaltou o significado histórico do plebiscito pela educação que acontece entre hoje e amanhã em todo o país sul americano.
“Este é um exercício cidadão de grande relevância; é uma grande expressão democrática feita pelas organizações sindicais e sociais”, declarou em entrevista exclusiva à Prensa Latina o também dirigente da Central Unitária de Trabalhadores (CUT) do Chile.

Ele destacou que se trata do primeiro referendo de caráter nacional desde o fim da ditadura, e que estão convocadas todas as pessoas maiores de 14 anos de idade.

“Que votem todos, também os que podem ter alguma diferença com as demandas do Movimento Social pela Educação Pública e Gratuita”, ponderou o dirigente dos trabalhadores de metal vermelho, que disse estar convencido da reprovação da maioria da população à educação de mercado.

Cuevas comentou com a Prensa Latina sobre outro ponto significativo da consulta popular: “Esperamos que o governo do Chile e as forças políticas entendam que devemos avançar para um plebiscito vinculante depois deste primeiro exercício cidadão do povo”.

Reforçou da mesma forma, apoio dos trabalhadores do cobre à nova jornada nacional de mobilização social, prevista para o próximo dia 19 e que foi convocada na quinta (6) a noite pela Confederação de Estudiantes de Chile, pela CUT e pelo Colégio de Professores (sindicato que reúne cem mil profissionais de ensino de todo o país).

Com informações da Prensa Latina

FONTE:

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br