31/08/2010 12:00 am

NO VERMELHO: 54% DOS BRASILEIROS ESTÃO ENDIVIDADOS, REVELA IPEA

NO VERMELHO: 54% DOS BRASILEIROS ESTÃO ENDIVIDADOS, REVELA IPEA

SÃO PAULO – O IEF (Índice de Expectativa das Famílias), divulgado nesta terça-feira (31) pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) mostra que, em agosto, 54% das famílias brasileiras estavam endividadas. E o valor médio dos débitos alcança os R$ 5.426,59.

A pesquisa, realizada em 3.810 domicílios distribuídos por 214 municípios em todas as unidades da federação, revela ainda que as famílias de maior renda, que ganham mais de dez salários mínimos, estão mais endividadas: 63,08% afirmaram que têm dívidas, contra 41,46% dos brasileiros que ganham até um salário mínimo.

Contudo, o estudo mostra que o percentual daqueles que se dizem muito endividados é maior entre os segmentos de menor renda (11,68%), ao passo que entre os de renda maior, apenas 6,92% afirmaram que estão muito endividados.

Entre os que recebem de um a dois mínimos, o grau de endividamento geral (considerando a parcela que afirma estar muito, mais ou menos ou pouco endividada) alcança os 53,67%. Entre os que recebem de dois a quatro salários, o percentual ficou em 59,49% e entre os que ganham de quatro a cinco mínimos, 59,51% têm dívidas. Aqueles que recebem entre cinco e dez, 61,34% estão endividados.

Brasileiros do Norte são os mais endividados
O estudo ainda mostra que os brasileiros que vivem na região Norte são os mais endividados. Ao todo, 83,34% afirmaram que têm dívidas. E, desses, 12% afirmaram estar muito endividados.

A região Sudeste foi a que apresentou o menor grau de endividamento, de 51,85%. Por outro lado, a região apresentou o maior percentual daqueles que se dizem muito endividados, de 12,59%, como mostra a tabela a seguir:

Grau de endividamento por região 
   Centro-Oeste       Nordeste    Norte    Sudeste          Sul     
Muito endividado  10,53% 8,54% 12% 12,59% 11,35%
Mais ou menos endividado  10,88% 12,86% 29,67% 15,33% 23,42%
Pouco endividado  22,46% 25,63% 41,67% 23,43% 29,19%
Não tem dívidas  55,44% 52,77% 16% 47,6% 36,04% 

O estudo ainda aponta que 20% das famílias possuem alguma conta atrasada. Mas 59,55% afirmaram ter condições de pagar as dívidas ao menos em parte. Outros 37,8% disseram que não terão condições de quitar os débitos.

FONTE: http://br.finance.yahoo.com/noticias/No-vermelho-54-dos-inmoney-501759605.html?x=0

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br