27/02/2012 12:00 am

Na Justiça, Metrô de SP tenta impedir greve de funcionários

Na Justiça, Metrô de SP tenta impedir greve de funcionários

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

O TRT (Tribunal Regional do Trabalho) concedeu uma liminar (decisão provisória) nesta segunda-feira obrigando os metroviários a manterem 100% dos serviços nos horários de pico. O pedido foi feito pelo Metrô de São Paulo, que teme que os funcionários entrem em greve na quarta-feira (29).

Nos demais horários, o serviço deve ser oferecido com 90% do efetivo.

Caso os metroviários não cumpram a medida, o sindicato pode receber uma multa diária de R$ 100 mil.

Na última quinta (23), a categoria decidiu pela greve. Segundo o sindicato, os profissionais não aceitam a redução do PR (Participação dos Resultados) proposta pelo Metrô.

Uma nova negociação está marcada para amanhã (28).

De acordo com os metroviários, o motivo alegado pela empresa para cortar a PR é o resultado de uma pesquisa de satisfação junto aos usuários do Metrô. Nela, houve uma queda de 84% para 74% dos usuários que consideram o serviço excelente ou bom.

Para o presidente do sindicato, Altino de Melo Prazeres Júnior, a insatisfação diz respeito à superlotação dos trens, aumentos das tarifas e número reduzido de linhas.

“Os responsáveis pelo descontentamento dos usuários são o governo estadual e a direção da Metrô, que não investem na expansão do sistema metroferroviário”, disse.

Em nota, o Metrô afirmou que, além da Justiça, estuda uma contraproposta ao sindicato.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1054276-na-justica-metro-de-sp-tenta-impedir-greve-de-funcionarios.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br