7/12/2012 12:00 am

Movimentos sociais realizam nesta sexta a IV Marcha contra a Corrupção do Maranhão

Movimentos sociais realizam nesta sexta a IV Marcha contra a Corrupção do Maranhão

Mariana Salgado

Movimentos sociais de todo o estado reúnem-se na tarde desta sexta-feira (7) para a IV Marcha do Povo contra Corrupção, pela Vida, Educação e Saúde. Realizado pela Rede e Fóruns de Cidadania do Maranhão, com apoio da Cáritas Brasileira Regional Maranhão e Associação de Saúde da Periferia, o encontro tem o objetivo de denunciar a situação de precariedade da educação no estado.

 

“Tem uma grande quantidade de crianças estudando em barracões, muitas não tem merenda e nem transporte escolar e andam quilômetros e quilômetros. Além de que, é corriqueiro os prefeitos não pagarem o piso para remuneração dos servidores”, denunciou o assessor jurídico das Redes e Fóruns de Cidadania, Iriomar Teixeira, sobre o que é possível encontrar em várias cidades do Maranhão.

 

Durante a manhã, antes da marcha, acontece uma audiência pública. Quando serão relatados os casos identificados de violação contra o direito humano à educação e revelado o balanço da situação em cada região do estado. Após a caminhada, o público se reúne na Praça Maria Aragão para um comício. “O que queremos é constranger as autoridades e acelerar o processo de fiscalização no Maranhão”, explicou Iriomar, sobre as intenções da iniciativa.

 

O evento integra a Campanha Estadual Popular pelo Direito Humano à Educação, iniciada em março deste ano. Durante dez meses, o grupo visitou aproximadamente 150 municípios do estado, fazendo levantamento da realidade da educação nas comunidades. Com as constatações, realizaram audiências e atos públicos, protocolaram representações e relatórios nas promotorias de justiça em todo o estado e produziram inúmeros dossiês.

 

“O objetivo da campanha foi retratar algo que já se sabia pela constatação do dia-a-dia, nas escolas, nas condições do transporte escolar, da alimentação, a gente precisava de algo materializado. Depois de muito trabalho e várias etapas, estamos fazendo uma grande denúncia, mostrando que educação não é um mero enfeite, uma mera ação de governo, mas um direito humano básico”, declarou Ricarte Almeida Santos, secretário executivo da Cáritas Brasileira Regional Maranhão.

 

Da campanha, resultará um grande dossiê, que será entregue ao Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado e às Procuradorias.

 

“Logo no começo do ano, queremos fazer um abaixo-assinado e entregar para os órgãos federais para investigar como são usados os recursos federais destinados para Maranhão”, revelou Ricarte, que ainda destaca que Campanha concluiu que a péssima condição da educação nos municípios maranhenses nada tem a ver com o valor dos recursos repassados. “O problema não é a falta de recursos, é má aplicabilidade”, ressaltou

 

http://www.oimparcial.com.br/app/noticia/politica/2012/12/07/interna_politica,126887/movimentos-sociais-realizam-nesta-sexta-a-iv-marcha-contra-a-corrupcao-do-maranhao.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br