26/10/2011 12:00 am

Movimentos organizam protesto coletivo durante Cúpula do G20

Diversas organizações civis irão realizar um amplo programa de protesto entre os dias 1º e 4 de novembro, por ocasião da Cúpula do Grupo dos 20 (G20, bloco das principais nações ricas e emergentes), que acontecerá na cidade francesa de Cannes, na próxima semana.


Neste programa, o evento principal será uma “manifestação internacional” na próxima terça-feira (1º) em Nice (França), na qual se esperam até 15 mil pessoas, segundo uma das organizadoras.

Aurélie Trouvé, da ONG francesa Associação pela Taxação das Transações Financeiras (Attac), informou que os manifestantes chegarão de diversos pontos da França, mas também do exterior, em particular da Itália e da Espanha.

Ela lembrou que os manifestantes previram uma marcha até Atenas, fazendo escala em Nice para coincidir com a mobilização contra a Cúpula do G20, que reunirá os líderes dos países-membros nos dias 3 e 4 de novembro.

“Rejeitamos que a população pague a crise”, ressaltou a ativista para justificar a mobilização, antes de lembrar que “o G20 não é legítimo para decidir os assuntos do mundo”.

A representante da Attac destacou que os manifestantes reivindicam que o sistema financeiro contribua e que, ao invés dos ajustes aplicados, é preciso fazer “políticas sociais e ambientais ambiciosas”.

Ao todo, na coalizão organizadora dos protestos, há dezenas de associações, sindicatos e organizações de caráter variado (todos os partidos de esquerda franceses, incluindo o Partido Socialista), algumas delas internacionais.

Em 4 de novembro, oito dos representantes do movimento reportarão sua reação às conclusões da cúpula de chefes de Estado e Governo em entrevista coletiva em Cannes. 

Fonte: Efe

 

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=167147&id_secao=9

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br