26/09/2012 12:00 am

Movimento de moradia exige andamento da CPI dos Incêndios em SP

Movimento de moradia exige andamento da CPI dos Incêndios em SP

 

Movimentos sociais e moradores de favelas de São Paulo fizeram um protesto em frente à Câmara Municipal, na região central, na manhã desta quarta-feira (26) para cobrar ações na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), criada no dia 28 de março deste ano, que investiga incêndios ocorridos em favelas paulistanas nos últimos cinco anos.

 

 

Os manifestantes ficaram concentrados no auditório externo da Câmara, segundo a Policia Militar, que contabilizou 120 pessoas. Entre eles, moradores da favela do Moinho, atingida por pelo menos dois incêndios nos últimos meses. Segundo os participantes, não houve reunião da CPI porque não havia o número suficiente de vereadores para completar o quórum –é necessário a presença de ao menos quatro dos seis vereadores que integram a comissão.

 

Entre os manifestantes, Os presentes explicaram  Segundo um dos líderes comunitários da favela Francisco Antonio de Oliveira Miranda, 26,

 

Os moradores marcaram uma reunião para domingo (30) na favela do Moinho. Eles pretendem reforçar o grupo para novas manifestações. “A gente precisa se organizar para chegar com mais força. Essa comissão não anda. Os trabalhos de investigação devem ser mais intensos”, disse Miranda.

 

Com agências

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=194810&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br