27/10/2010 12:00 am

MORADORES RECLAMAM DE SINALIZAÇÃO PRECÁRIA EM AVENIDA

MORADORES RECLAMAM DE SINALIZAÇÃO PRECÁRIA EM AVENIDA

Moradores população da área Itaqui-Bacanga, uma das mais populosas da Ilha, são prejudicados.

Biné Morais/O Estado

SÃO LUÍS – A falta de sinalização e semáforos danificados na avenida dos Portugueses, extensão da BR-135 em São Luís, torna a via uma das mais propícias a acidentes de trânsito. Os moradores população da área Itaqui-Bacanga, uma das mais populosas da Ilha, são prejudicados com o descaso.

 

Uma das regiões mais habitadas de São Luís, só possui uma avenida de acesso para mais de 30 bairros. A avenida dos Portugueses tem grande fluxo de veículos pequenos, de carga e coletivos que fazem linha para os bairros da área. Mas a falta de sinalização prejudica as pessoas que precisam transitar na via.

 

Os semáforos que estão instalados próximo a entrada do bairro Vila Isabel não estão funcionando há pelo menos 15 dias, de acordo com moradores, tornando mais difícil atravessar a via nesse trecho. Os veículos trafegam em alta velocidade e só param depois que algum pedestre se arrisca na via.

 

O tempo para a travessia também é longo. A dona-de-casa Francisca Leite transita freqüentemente pela avenida e disse que chega a esperar até 20 minutos para ir de um lado a lado da avenida. “Passamos muito tempo para atravessar. São muitos veículos que passam por aqui. Só dá para passar quando não vem nenhum, porque quando estão passando eles não param. O certo é que o semáforo funcione”, reclamou.

 

A poucos metros de distância está a Unidade Mista da Itaqui-Bacanga e uma escola municipal, o que torna mais intenso o número de pessoas que precisam realizar a travessia.

 

Os semáforos em frente à oficina central da Vale também não funcionam há mais de três meses. Vários caminhões que vão para a oficina e ônibus que levam os funcionários precisam fazer o retorno e são obrigados e forçar a conversão.

 

O semáforo localizado no sentido Itaqui/Anjo da Guarda está destruído, virado para fora da pista impossibilitando a visualização de motoristas. Os sinalizadores de pedestres, que informa o momento seguro para atravessar, também estão desativados. No local também não há faixa de pedestres.

FONTE: http://imirante.globo.com/noticias/2010/10/27/pagina257628.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br