7/03/2012 12:00 am

Moradores protestam contra base naval na Coreia do Sul

Moradores protestam contra base naval na Coreia do Sul

 

As movimentações, inclusive com uso de explosivos para remoção de terra, a fim de construir uma base naval na ilha sulcoreana de Jeju foram recebidas nesta quarta-feira (7) com fortes protestos protagonizados por moradores, parlamentares da oposição e defensores do meio ambiente que rechaçam o projeto.

 

Esses setores acusam a Marinha de Guerra de destruir um tesouro ambiental e pedem a retirada do projeto, advertindo ainda para as conseqüências que pode ter para a vida marinha e as rochas formadas por uma atividade vulcânica pouco comum.

 

O projeto prevê a construção de um porto para 20 navios de guerra, entre outros navios, na localidade de Gangjeong, no extremo sul da ilha.

 

A polícia deteve vários ativistas e moradores da região por obstruir a entrega de explosivos para os trabalhos de construção e dispersou cerca de 100 pessoas que tentavam impedir o suprimento.

 

Foram enviados à região cerca de mil agentes policiais a fim de garantir o início das obras, com a missão de conter os protestos contra as explosões na rocha de Gureombi.

 

A Marinha de Guerra planeja utilizar 43 toneladas de pólvora para aplainar duas áreas nos próximos cinco meses.

 

Diante do aumento dos protestos, o governador da ilha, Woo Keun-min, pediu ao governo central a suspensão do projeto.

 

A aprovação do trabalho com explosivos provocará conflitos entre a população, a Marinha de Guerra e a polícia, advertiu Woo.

 

Depois de permanecer detida durante anos devido à rejeição que provoca, a construção dessa instalação militar começou em 2011 em Gangjeong, com previsão de ser concluída em 2015.

 

Muitas das pessoas opostas ao projeto, elaborado em 2007, estimam que Seúl cedeu a pressões de Washington, interessado em estabelecer uma maior presença militar próxima à China.

 

Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=177333&id_secao=9

 


CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br