19/04/2011 12:00 am

MINISTRO DOS PORTOS REAFIRMA À GOVERNADORA ROSEANA PARCERIAS COM O MARANHÃO

O sistema portuário maranhense é considerado estratégico para a economia brasileira. A opinião é do ministro Leônidas Cristino, titular da Secretaria Especial de Portos (SEP) da Presidência da República, que nesta segunda-feira (18), visitou o Consórcio de Alumínio do Maranhão (Alumar), Vale e a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), que administra o Porto do Itaqui. Em seguida foi recebido pela governadora Roseana Sarney, no Palácio dos Leões. “Vamos continuar trabalhando para que o Governo Federal possa, cada vez mais, estreitar as boas parcerias mantidas com o Maranhão”, declarou ele à chefe do Executivo estadual.

A visita do ministro foi acompanhada pelo diretor de Infraestrutura Portuária, Rogério Menescal; pelo presidente da Emap, Luiz Carlos Fossati, e diretores da Empresa. Na Alumar, a comitiva foi recebida pelo gerente de Refinaria, Helder Teixeira, que também é responsável pelo porto do consórcio, que tem dois píers. “A Alumar possui uma estrutura extraordinária, muito importante para o Maranhão e para a indústria brasileira”, acrescentou. O ministro também fez visita técnica ao Porto da Vale.

Leônidas Cristino conheceu as instalações do Porto do Itaqui e todo o panorama atual da movimentação de cargas e navios do porto maranhense, as obras de expansão e modernização, os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o projeto do Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram). Também visitou as obras de construção do berço 100, observou o berço 102 (recém reformado), na porção sul do Porto, e o píer 105, arrendado para a mineradora Vale, no lado norte do Itaqui.

“O Governo Federal tem todo o interesse em ampliar cada vez mais os investimentos no sentido de viabilizar toda essa estrutura no contexto nacional e internacional”, ressaltou o ministro. Atualmente, a SEP executa a construção do berço 100, alargamento do Cais Sul, retroárea dos berços 100 e 101. O investimento do Governo Federal, por meio da SEP, é de aproximadamente R$ 320 milhões e faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

O porto maranhense recebeu no ano passado do Governo Federal, por intermédio da SEP, investimentos no total de R$ 126 milhões para a construção do berço 100, recuperação do berço 102 e dragagem dos berços 100 ao 103 e retroárea do berço 101. “Essa visita vem para estreitar nosso relacionamento com o Governo Federal, esperamos crescer e atingir os objetivos socioeconômicos do estado e do Brasil”, ressaltou o presidente da Emap, Luís Carlos Fossati.

Os investimentos tiveram como objetivo a expansão do volume de negócios, resultando na maior movimentação de cargas transportadas, mediante a ampliação e modernização da infraestrutura portuária.

Além das obras em andamento, um dos principais pontos na conversa com o ministro foi a construção do berço 108, estimada em R$ 82,1 milhões. Os objetivos são aumentar a movimentação de granéis líquidos e liberar os demais berços para movimentação de outras cargas.

 

FONTE: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=15744

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br