16/08/2012 12:00 am

México: movimento estudantil quer nova Constituição para o país

México: movimento estudantil quer nova Constituição para o país

 

O movimento estudantil #YoSoy132, que se opõe à posse de Enrique Peña Nieto, do Partido Revolucionário Institucional (PRI), como novo presidente do México, convocou nesta quinta-feira (16) os cidadãos a elaborarem uma nova Constituição para o país.

O grupo considerou que a atual Carta Magna não compreende leis que respondam às necessidades do povo. “Não é um assunto de reformas. Não são necessárias mais manchas para uma sociedade decomposta. O que necessitamos é uma nova Constituição, escrita por todos os mexicanos, para todos os mexicanos”, expuseram os estudantes.

 

#YoSoy132 lançou um vídeo intitulado Nova Constituição, no qual propõe “levantar uma revolução a partir de ideias e da palavra; uma revolução pacífica, sem balas, que leve o México a uma nova etapa a partir da qual, outra vez, nos reconheçamos como mexicanos”.

 

O movimento estudantil surgiu em de maio na Universidade Ibero-Americana, instituição privada da capital, quando Peña Nieto foi vaiado por uma grande quantidade de estudantes, que o acusaram de ser um candidato “fabricado” e imposto pela emissora Televisa.

 

A eleição presidencial, realizada em 1 de julho, foi vencida pelo candidato do PRI com 38,2% dos votos, segundo dados oficiais. O resultado, no entanto, foi contestado pelo seu principal opositor, Manuel López Obrador, que obteve 31,5% e que apresentou denúncias de irregularidades ao Instituto Federal Eleitoral (IFE).

 

Fonte: Ansa

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=191417&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br