19/12/2011 12:00 am

México: Estudantes ocupam rádios para protestar contra mortes

México: Estudantes ocupam rádios para protestar contra mortes

 

Militantes estudantis da Federação de Estudantes Campesinos Socialistas do México ocuparam nesta segunda (19) duas emissoras de rádio do estado de Guerrero e transmitiram mensagens questionando o governador Ángel Aguirre, a quem culpam pelo assassinato de dois estudantes durante um protesto na semana passada.

 

Os manifestantes penduraram faixas que diziam “Bem-vindos ao estado que mata estudantes” nas emissoras ABC Radio e Capital Máxima, localizadas no centro da cidade de Chilpancingo, capital de Guerrero.

 

Os cerca de 50 militantes valeram-se dos microfones das rádios para manifestar sua solidariedade com os companheiros de uma escola rural de Ayotzinapa, onde, na segunda-feira passada, aconteceu uma manifestação que pedia por melhores condições de ensino e mais vagas na instituição.

 

A ocupação durou cerca de 15 minutos e, depois de serem entrevistados pelos locutores, retiraram-se do local.

 

Ao lançar palavras contra o governo, eles negaram que seus companheiros tenham incendiado um posto de gasolina, evento que deixou um empregado gravemente ferido. Os manifestantes ainda pediram “julgamento político” contra o governador.

 

O protesto do dia 12 de dezembro reuniu cerca de 300 estudantes e bloqueou a estrada que liga a Cidade do México com o balneário turístico de Acapulco. Eles pediam melhores condições de ensino e uma audiência com o governador para discutir, melhoria na alimentação, conserto de banheiros, dormitórios e instalações da escola, bem como o aumento de 140 para 170 vagas para matrícula e bolsas de estudos. Durante a desocupação da via, foi iniciado um tiroteio no qual morreram os estudantes Gabriel Echeverría e José Aléxis Herrera Pino.

 

Na quinta-feira, em meio a uma troca de acusações entre o governo do estado e a Polícia Federal, a Procuradoria Geral do México anunciou que iria investigar as mortes.

 

Fonte: Operamundi

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=171430&id_secao=6

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br