10/10/2012 12:00 am

Metalúrgicos em Jundiaí param por má qualidade na alimentação

Metalúrgicos em Jundiaí param por má qualidade na alimentação

 

Em protesto pela comida fornecida pela empresa, os trabalhadores da fabricante chinesa (de Taiwan) de eletrônicos Foxconn paralisaram a linha de produção do iPhone e do iPad em Jundiaí (SP) na manhã desta quarta-feira (10). Cerca de 800 trabalhadores cruzaram os braços diante da fábrica entre 6 horas e 9h30, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Jundiaí. Eles reclamavam da qualidade da alimentação.

 

 

Cerca de 800 trabalhadores cruzaram os braços diante da fábrica entre 6 horas e 9h30, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Jundiaí. Eles reclamavam da qualidade da alimentação.

 

Depois disso, voltaram a trabalhar até as 14h30, quando se encerra o turno. Segundo a Foxconn, alguns funcionários continuaram a trabalhar.

 

A companhia é a fabricante de eletrônicos com maior faturamento do mundo. Em 2011, teve receita de 117 bilhões.

 

Em Jundiaí, tem cerca de 3.000 e fabrica os produtos da Apple, além dos da HP, Dell, Sony Vaio e EMC.

 

A Foxconn informou que a fornecedora de alimentos será trocada já na próxima segunda-feira. Segundo a companhia, a fornecedora já apresentava alimentos de má qualidade e com pouca variedade.

 

Segundo a Foxconn, a troca não tem correlação com o episódio e já estava prevista há 30 dias.

 

Uma assembleia com os funcionários foi realizada no final da tarde para comunicar as decisões da empresa.

 

Fonte: Folha de S. Paulo

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_secao=8&id_noticia=196077

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br