11/09/2012 12:00 am

Metalúrgicos do ABC fazem greve de advertência em virtude de acordo salarial

Metalúrgicos do ABC fazem greve de advertência em virtude de acordo salarial

No marco das campanhas salariais, os metalúrgicos do ABC (SP) fizeram uma greve de advertência nesta segunda-feira (10) em busca de uma melhor proposta das empresas, que ofereceram reajustes abaixo da inflação.

 

A decisão aprovada na noite de quarta-feira (5), durante a assembleia na sede da entidade, teve total apoio dos trabalhadores. A paralisação contou com a participação de 80% dos metalúrgicos das 50 maiores empresas do setor.

 

Segundo o presidente da Federação Estadual dos Metalúrgicos (FEM-CUT), Valmir Marques, o Biro-Biro, os patrões não foram maleáveis durante as negociações. A categoria reivindica reposição integral da inflação, aumento real nos salários, valorização dos pisos salariais, jornada de 40 horas semanais sem redução de salário, licença maternidade de 180 dias e seguro de vida.

 

Os metalúrgicos do ABC estão insatisfeitos, uma vez que o Sindicato, ligado a CUT, fez grandes mobilizações para que o governo federal colocasse o fortalecimento da indústria como prioridade, levando posicionamentos como redução de juros, desoneração de impostos, restrição de importação e o novo regime automotivo. De acordo com o Sindicato, graças a essas concessões e políticas, a indústria teria condições de atender ao que foi pautado nas negociações.

 

Com informações da Tribuna do ABCD e do portal do SMABC

 

http://cspconlutas.org.br/2012/09/metalurgicos-do-abc-fazem-greve-de-advertencia-em-virtude-de-acordo-salarial/

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br