3/09/2012 12:00 am

Metalúrgicos de São José dos Campos e região (SP) entram em estado de greve por aumento real

Metalúrgicos de São José dos Campos e região (SP) entram em estado de greve por aumento real

Decisão foi tomada na Assembleia Geral da categoria, neste domingo, dia 2

 

Os metalúrgicos de São José dos Campos entram, esta semana, em estado de greve. A decisão foi tomada em Assembleia Geral da categoria, ocorrida neste domingo, dia 2, na sede do Sindicato. A medida é uma resposta à resistência dos grupos patronais em avançar nas negociações da Campanha Salarial 2012. A data-base dos metalúrgicos é 1º de setembro.

 

O aviso de greve será protocolado na sede da Fiesp, em São Paulo, e vale para todos os setores metalúrgicos. Nas negociações que ocorreram na última semana, as propostas apresentadas pelos empresários não chegaram nem mesmo à reposição integral da inflação do período. A estimativa de inflação pelo INPC para os últimos 12 meses (setembro a agosto) é de 5,29%.

 

O máximo que os grupos patronais apresentaram foi de 5%, o que está bastante abaixo da reivindicação da categoria, de 12,86%. Novas negociações acontecerão esta semana, mas se não houver avanço, a mobilização nas fábricas será intensificada, podendo chegar a paralisações. Estar em estado de greve significa que a categoria pode parar após 48 horas do aviso ter sido protocolado nos grupos patronais ou nas fábricas.

 

Na rodada de negociação com a General Motors, ocorrida sexta-feira, dia 31, a montadora propôs 5% para janeiro de 2013. A proposta foi rejeitada pelo Sindicato na mesa de negociação.

 

“A organização dos trabalhadores será decisiva nesta Campanha Salarial. A data-base já passou e, mesmo assim, os patrões continuam travando as negociações, com propostas que não chegam nem perto das nossas reivindicações. Já ficou bem claro que só mesmo com mobilização conseguiremos desatar o nó desta Campanha Salarial”, afirma o vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Herbert Claros da Silva.

 

O Sindicato representa 44 mil trabalhadores de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Igaratá e Santa Branca. A região possui cerca de mil empresas metalúrgicas.

http://cspconlutas.org.br/2012/09/metalurgicos-de-sao-jose-dos-campos-e-regiao-sp-entram-em-estado-de-greve-por-aumento-real/

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br