5/09/2012 12:00 am

Metalúrgicos da GM se mobilizam no dia 7 e organizam caravana para Audiência no Senado

Metalúrgicos da GM se mobilizam no dia 7 e organizam caravana para Audiência no Senado

A Campanha em Defesa do Emprego na General Motors ganha força nos próximos dias, com a realização de uma manifestação durante o desfile cívico de 7 setembro, em São José dos Campos, e uma audiência pública no Senado Federal, na próxima quarta-feira, dia 12.

 

O Sindicato dos Metalúrgicos vai levar, junto com trabalhadores e outros sindicatos, faixas e bandeiras para a Rua 15 de novembro, onde acontecerá o Desfile da Independência. A concentração será às 10h, em frente ao Banco do Brasil da Avenida Nelson D´Ávila.

 

 

“Queremos sensibilizar toda a sociedade na discussão sobre a situação dos trabalhadores da GM. O desfile é um momento em que as pessoas poderão parar para refletir sobre o que a montadora está querendo fazer com esses pais e mães de família, simplesmente em nome da ganância e dos lucros”, afirma o presidente do Sindicato, Antonio Ferreira de Barros, o Macapá.

 

 

Audiência no Senado

 

Também já está agendada uma audiência pública no Senado, para a próxima quarta-feira, dia 12, em que o tema central será a tentativa de demissão em massa na GM. A pedido da CSP-CONLUTAS, a audiência foi marcada pela Comissão de Direitos Humanos do Senado. Foram convidados a participar o Governo Federal, CSP-Conlutas, Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e a GM.

 

Foi definida na assembléia com os trabalhadores em layoff a ida de uma caravana a Brasília. O ônibus sairá de São José dos Campos, na terça-feira, às 13h. A audiência está marcada para quarta-feira, às 11h.

 

 

“Além do governo Federal, temos de envolver o Congresso Nacional nesta discussão. Vamos reafirmar nossa exigência de que a presidente Dilma assine uma medida provisória em que toda empresa beneficiada por redução ou isenção fiscal seja proibida de demitir. Esta mesma medida também deve valer para empresas que importam para comercializar seus produtos no Brasil, como é o caso da GM. O governo precisa proibir as demissões e cobrar geração de empregos. Esta é nossa reivindicação”, conclui Macapá.

http://cspconlutas.org.br/2012/09/metalurgicos-da-gm-se-mobilizam-no-dia-7-e-organizam-caravana-para-audiencia-no-senado/

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br