30/03/2011 12:00 am

LIBERDADE E AUTONOMIA SINDICAL

Os trabalhadores na Daido de Taubaté e o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região fizeram uma mobilização de 3 horas na portaria da empresa na manhã desta terça-feira, dia 29, e garantiram a reintegração do dirigente sindical, companheiro Pádua.

O dirigente do CSE (Comitê Sindical de Empresa) na Daido havia sido demitido de forma arbitrária e injustificada na sexta-feira, dia 25.

Diante da postura antissindical da empresa, os trabalhadores se mobilizaram e reafirmaram a importância da organização no local de trabalho por meio do Comitê Sindical de Empresa e da prática do princípio da liberdade e autonomia sindical.

O Sindicato e a empresa se reuniram durante 3 horas, enquanto os trabalhadores permaneceram mobilizados na portaria da Daido.

Ao final da reunião, a empresa cancelou a demissão do dirigente Pádua e assumiu o compromisso de negociar um acordo que garanta a organização dos trabalhadores e estabeleça a importância das boas práticas de negociação por meio do Comitê Sindical.

“Os trabalhadores e trabalhadoras na Daido estão de parabéns pela mobilização que reforça cada vez mais a consolidação dos Comitês Sindicais de Empresa não só na Daido, mas em toda a base metalúrgica de Taubaté e Região, e como exemplo de modelo sindical para todo o Brasil”, disse Isaac.

A Daido tem cerca de 280 trabalhadores e produz correntes para motos, correntes industriais, agrícolas e transportadoras.

 

FONTE: http://www.cut.org.br/destaque-central/44483/liberdade-e-autonomia-sindical

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br