10/01/2011 12:00 am

LEVANTAMENTO DO INCA APONTA 2.137 NOVOS CASOS DE CÂNCER NO MARANHÃO

LEVANTAMENTO DO INCA APONTA 2.137 NOVOS CASOS DE CÂNCER NO MARANHÃO 

Pacientes até de outros estados chegam a São Luís em busca de atendimento de referência no Aldenora Belo.

Ronald Robson 

Figuras políticas de relevo chamaram atenção recentemente a uma das doenças mais mortíferas do mundo. Orestes Quércia, ex-governador de São Paulo, e Ribamar Fiquene, ex-governador do Maranhão, sucumbiram ao câncer, enquanto José de Alencar, ex-vice-presidente da República, e Jackson Lago, ex-governador do Maranhão, lutam contra a doença. O último levantamento feito sobre a mal no estado, a ser encaminhado do Instituto Nacional do Câncer (Inca), aponta para o número estimativo de 2.137 novos casos de câncer em 2009. Lideram os de pele e colo uterino: 469 e 385 ocorrências, respectivamente. Aproximadas 13.404 pessoas passaram por quimioterapia no período.

O recenseamento dos casos de câncer no Maranhão é feito pela Fundação Antônio Jorge Dino, mantenedora do Hospital Aldenora Belo (referência em tratamento da doença) e de duas casas de apoio a pessoas em tratamento. Há mais de um ano, o Hospital realiza seções de rádio e quimioterapia 24 horas por dia: madrugada adentro, pacientes se apresentam para tratamento, haja vista a quantidade de pessoas a serem atendidas. “Nós recebemos pacientes de todo o Maranhão. Na verdade, hoje já chegam aqui até pessoas de estados vizinhos”, afirma Alice Jorge Dino, coordenadora pedagógica da Casa de Apoio Erosilda Mota, que, no momento, abriga, ainda que periodicamente, 52 crianças e mais de 100 mulheres (maiores de 18 anos).

Fora da rede particular, o Hospital Aldenora Belo é o único a prover acompanhamento completo ao paciente com câncer — do diagnóstico ao tratamento — no Maranhão. Em São Luís, a rede municipal apenas encaminha ao Aldenora Belo os casos suspeitos. À Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão (SES) resta a mesma função: a de fazer o encaminhamento de casos suspeitos de câncer.

 

FONTE: http://www.oimparcialonline.com.br/noticias.php?id=69363

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br