2/03/2011 12:00 am

KADHAFI DIZ QUE PODERÁ HAVER MILHARES DE MORTOS SE OCORRER INTERVENÇÃO ESTRANGEIRA NA LÍBIA

KADHAFI DIZ QUE PODERÁ HAVER MILHARES DE MORTOS SE OCORRER INTERVENÇÃO ESTRANGEIRA NA LÍBIA

Da Agência Lusa

Brasília – O líder líbio Muammar Kadhafi afirmou hoje (2), num discurso transmitido pela televisão estatal, que poderão existir “milhares de mortos” em caso de uma intervenção militar estrangeira no país.

“Milhares de líbios irão morrer caso exista uma intervenção dos Estados Unidos ou da [Organização do Tratado do Atlântico Norte] Otan na Líbia”, disse perante uma plateia de apoiadores, reunidos numa cerimônia pública em Trípoli. “Desde 1977, eu e os oficiais [que lideraram a revolução de 1969] entregamos o poder ao povo”, salientou Kadhafi, a plateia que reagiu com frases de apoio ao líder líbio.

Kadhafi voltou a dizer que “não existem manifestações na Líbia”, contrariando os registos de centenas de mortos e os relatos de que os rebeldes já controlam as principais localidades da região Leste do país.

O líder líbio argumentou mesmo que as “grandes manifestações” realizadas no país foram feitas em seu apoio. “Homens, mulheres, crianças e velhos participaram em manifestações [de apoio] sem precedentes mas os canais árabes via satélite não transmitiram”, frisou.

Kadhafi, que foi interrompido por diversas vezes pelo público, apelou ainda à Organização nas Nações Unidas (ONU) para enviar uma comissão de inquérito à Líbia.

“Apelamos ao mundo e à ONU para enviar uma comissão de inquérito à Líbia para esclarecer as circunstâncias da morte de civis e polícias”, disse o governante, garantindo ainda que “não existem presos políticos na Líbia”.

O líder líbio assegurou que as suas forças irão combater “até a última gota de sangue” para “proteger a Líbia”, uma vez que “a conspiração vem do estrangeiro”.

Desde 15 de fevereiro Kadhafi enfrenta uma onda de contestação sem precedentes desde a sua ascensão ao poder, em 1969.

Os confrontos, segundo números levantados por organizações humanitárias, já causam centenas de mortos.

 

FONTE: http://agenciabrasil.ebc.com.br/ultimasnoticias?p_p_id=56&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-1&p_p_col_count=1&_56_groupId=19523&_56_articleId=3201523

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br