15/02/2011 12:00 am

IRMANDADE MUÇULMANA PLANEJA CRIAR PARTIDO POLÍTICO NO EGITO

IRMANDADE MUÇULMANA PLANEJA CRIAR PARTIDO POLÍTICO NO EGITO

Apesar de afirmar neste sábado (12) que não pretende concorrer nas próximas eleições, a Irmandade Muçulmana revelou nesta terça-feira (15) que planeja criar um partido político. De acordo com o grupo islâmico, isso aconteceria assim que as restrições impostas pelo ex-presidente Hosni Mubarak para o registro dessa e de outras organizações políticas fossem revogadas. 

“Quando a demanda popular de liberdade para a formação de partidos for atendida, o grupo vai fundar um partido político”, diz o comunicado, colocado no website do grupo, com data de 14 de fevereiro. 

No final da semana, a Irmandade – ainda vista como suspeita por um Ocidente que até então apoiava Mubarak – ressaltou que não pretende concorrer a nenhum cargo. “A Irmandade Muçulmana… não está buscando ganhos pessoais, então anuncia que não irá concorrer à Presidência e não buscará uma maioria no Parlamento, e que se considera servidora desse povo decente”, disse a organização, acrescentando que não eram “perseguidores de poder”. 

“Apoiamos os valores e a direção sólida que o conselho militar está assumindo no caminho para transferir o poder pacificamente para criar um governo civil em linha com a vontade do povo”, disse. 

Fundada nos anos 1920, a Irmandade tem profundas raízes na sociedade muçulmana conservadora do Egito e condena o uso de violência. Embora Mubarak tenha mantido a proibição formal às atividades do grupo, seu governo o tolerava desde que não desafiasse seu poder. 

Com agências

 

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=147615&id_secao=9

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br