21/12/2010 12:00 am

INCRA APRESENTA RETRATO DA REFORMA AGRÁRIA NO PAÍS

INCRA APRESENTA RETRATO DA REFORMA AGRÁRIA NO PAÍS

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) apresenta na terça-feira (21) pesquisa sobre qualidade de vida em áreas de reforma agrária no Brasil. A divulgação será feita pelo presidente do Incra, Rolf Hackbart, durante coletiva de imprensa, às 14h, em Brasília. Serão anunciados os primeiros resultados obtidos ao longo de mais de dez meses de coleta de dados em assentamentos de todo o País.

O trabalho intitulado “Pesquisa Sobre Qualidade de Vida, Produção e Renda nos Assentamentos de Reforma Agrária do Brasil”, coordenado pelo Incra com a consultoria de pesquisadores das Universidades Federais do Rio Grande do Sul (UFRGS) e de Pelotas (UFPel), foi realizado entre os meses de janeiro e outubro deste ano e reúne informações relacionadas às condições de vida de 805 mil famílias assentadas no Brasil.

No projeto, que enfocou aspectos socioeconômicos e ambientais, foram visitados 1.164 assentamentos. Os dados obtidos irão compor um conjunto de indicadores que darão suporte ao planejamento de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento da reforma agrária nos próximos anos. “Essa pesquisa é um importante instrumento de gestão. Ela nos oferece um conjunto de dados, que sinaliza necessidades e aponta ações bem sucedidas, orientando investimentos e o desenvolvimento das políticas públicas”, analisou Hackbart.

Segundo o presidente do Incra, as informações da pesquisa também favorecem uma melhor avaliação do alcance e da eficácia dos trabalhos executados pela autarquia, facilitando, ainda, a prestação de contas perante a sociedade.

Metodologia

Baseada em um questionário aplicado a 16.153 famílias, a pesquisa abordou 14 temas, reunindo centenas de indicadores sobre o desenvolvimento da reforma agrária no País.

Para a execução do trabalho foram selecionadas áreas de reforma agrária implantadas pelo Incra entre 1985 e 2008, sendo considerados também elementos como o tamanho, a idade e a localização geográfica dos assentamentos – com base nas mesorregiões homogêneas classificadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o professor doutor Lúcio André Fernandes, da UFPel, a pesquisa, inédita nos moldes em que foi estruturada, apresenta números com índice de confiança de 95% (e margem de erro de 3%). Segundo ele, o trabalho apurou a visão e o nível de satisfação dos agricultores entrevistados, traçando, com dados nacionais e regionais, um retrato amplo e atual sobre a reforma agrária no Brasil. “É uma pesquisa abrangente e que procurou apresentar também o que pensam os assentados sobre as políticas públicas nos assentamentos”, disse.

Todas as informações da pesquisa poderão ser acessadas via internet por qualquer cidadão, por meio de um link que será disponibilizado no portal do Incra.

 

Fonte:
Incra

 

FONTE: http://www.brasil.gov.br/noticias/arquivos/2010/12/20/incra-apresenta-retrato-da-reforma-agraria-no-pais

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br