19/05/2010 12:00 am

IMPERATRIZ, AÇAILÂNDIA E CAXIAS ENTRAM NA GREVE; NOVA PASSEATA, DESSA VEZ NO CENTRO DE SÃO LUÍS

IMPERATRIZ, AÇAILÂNDIA E CAXIAS ENTRAM NA GREVE; NOVA PASSEATA, DESSA VEZ NO CENTRO DE SÃO LUÍS
A Greve do Judiciário Federal continua forte no Maranhão e em mais 20 estados, com as demais unidades da Federação restantes em processo de construção da paralisação que reivindica fim da tramitação do PLP 549 na Câmara Federal – se aprovado esse projeto, os servidores públicos de todas as esferas podem passar uma década sem reajuste salarial e a prestação do serviço estará seriamente comprometida, já que também não poderão ocorrer novas contratações no período. A categoria reivindica ainda que sejam aprovados, naquela casa legislativa, os Planos de Cargos e Salários, tanto do Judiciário Federal quanto do MPU (PL 6613 e 6697, respectivamente), os quais o Governo Federal vem barrando para que não sejam apreciados nas Comissões da Casa.
No Maranhão, a greve deixou funcionando apenas os serviços considerados essenciais nas Justiças Federal, Eleitoral e Trabalhista na Capital, e já se estendeu para o interior, com os servidores das Justiças Trabalhista e Eleitoral de Açailândia e também de Imperatriz já deflagrado o processo de greve desde a última segunda-feira, 17, e os de Caxias aderindo a partir desta quarta-feira.
Em São Luís, os trabalhadores vão às ruas mais uma vez para pressionar pelo PCS e pelo fim do PLP 549. Devido à forte pressão dos servidores públicos, o projeto de congelamento salarial foi unanimemente negado na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara, recebendo voto negativo de todos deputados membros da Comissão – entretanto, ele segue sua tramitação, agora na Comissão de Finanças e Tributação daquela Casa.
Nesta quarta-feira, dia 19, às 9h da manhã, os servidores dos tribunais federais do Estado se concentram em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite, na Praça Deodoro, centro de São Luís, de onde devem seguir em passeata pela principal área comercial da capital maranhense. A intenção é chamar a atenção da sociedade para a gravidade que representa o PLP 549 e a não votação dos Planos de Cargos e Salários, bem como se juntar a outros protestos da categoria que acontecem em várias regiões do país: nesta quarta, os servidores do Judiciário Federal realizam protestos em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Florianópolis, além de São Luís e várias outras cidades de médio e grande porte.
Na Capital maranhense, os servidores do Judiciário tentarão unir, no mesmo protesto, várias outras categorias em processo de greve, como os professores da rede pública municipal, agentes de trânsito, e outras categorias
Fonte: Sintrajufe/MA, Sintrajusc/SC

FONTE: http://www.sintrajufema.org.br/site/noticias.php?id=613

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br