15/08/2012 12:00 am

Grevistas ocupam Ministério por falta de propostas do governo

Grevistas ocupam Ministério por falta de propostas do governo

 

A primeira rodada de negociações do governo com servidores federais em greve, prevista para esta terça-feira (14) durou menos de uma hora. Servidores do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) consideraram que não houve avanço na reunião com o governo e decidiram ocupar a sala de negociação no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

Cerca de 40 integrantes da comissão de negociação, destacada para a conversa, estão no local e, segundo o diretor nacional da CNASI (Confederação Nacional das Associações de Servidores do Incra), Reginaldo Marcos Félix de Aguiar, eles devem permanecer no local até que o governo apresente uma proposta satisfatória, o que poderá ocorrer somente na quinta-feira (16) às 19 horas. Outros 300 manifestantes permanecem do lado de fora do prédio.

 

O Ministério confirma a ocupação e reconhece que o governo realmente não apresentou uma contraproposta à reivindicação dos manifestantes, em greve há quase 60 dias.

 

“Esta é a quinta reunião com o governo em que eles não apresentam propostas. Teremos uma assembleia agora para decidir o que será feito de agora em diante”, esclareceu Aguiar.

 

Diante da “surpreendente” reação, o Ministério cancelou a agenda de negociação e, até o fechamento desta matéria, não tinha data para retomar as conversas com as demais categorias em greve.

 

Protestos

 

Na manhã desta terça-feira (14), servidores de mais de 30 órgãos federais protestaram em frente ao Ministério para pressionar o governo a levar adiante as negociações com os grevistas. Os servidores querem reposição de perdas salariais e melhores condições de trabalho.

 

Os trabalhadores esperam que nas próximas reuniões o governo apresente uma proposta realista para colocar fim no impasse que, nas universidades federais, por exemplo, já dura quase três meses.

 

Da Redação,

Vanessa Silva

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=191222&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br