26/10/2010 12:00 am

GOVERNO PREPARA EDUCAÇÃO PARA OS NOVOS DESAFIOS ECONÔMICOS

GOVERNO PREPARA EDUCAÇÃO PARA OS NOVOS DESAFIOS ECONÔMICOS

Preparar o sistema educacional do Maranhão para enfrentar os desafios que surgirão em curto prazo, com investimentos macroeconômicos geradores de oportunidades de trabalho e renda, é um dos principais focos do governo do Estado, por meio de secretaria de Educação (Seduc) para os próximos quatro anos. A avaliação foi feita pelo secretário Anselmo Raposo, ao falar dos projetos que mudarão a educação no Maranhão, conforme orientação da Governadora Roseana Sarney.

Neste sentido, Anselmo Raposo destacou a assinatura do convênio de parceria com o Núcleo de Pesquisa em Gás e Petróleo da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) para capacitar os professores de química. Eles serão capacitados para enfrentar os novos desafios do Maranhão com a implantação da refinaria Premium da Petrobrás, uma das maiores da América Latina.

A meta da Seduc, entre as diretrizes priorizadas pelo governo do Estado, é ofertar formação integral para os estudantes da rede pública estadual com educação profissional, conectada à qualificação do corpo docente.

Entre os projetos para promover o desenvolvimento da melhoria da qualidade de educação, Anselmo Raposo destaca a criação das escolas de ensino médio de tempo integral, os centros de formação dos professores e a consolidação de projetos pioneiros para a educação brasileira como Escola Verde – unidades de ensino ecologicamente corretas – e o Instituto Público de Idiomas. Este conjunto de medidas visa melhorar os índices educacionais do Maranhão.

Escola de Tempo Integral 

A primeira Escola de Tempo Integral da rede estadual de ensino funcionará a partir de fevereiro do próximo ano no Procentro Marcelino Champagnat (Antigo Marista). “Em fevereiro entregaremos a primeira escola de tempo integral de ensino médio da rede estadual, onde também funcionarão o Centro de Formação de Professores e o Instituto Público de Idiomas. É um grande passo para uma revolução educacional no estado”, afirmou o secretário. 

Além do currículo comum, a escola de tempo integral oferecerá aula de música, empreendedorismo, teatro, protagonismo juvenil, meio ambiente e esporte e disponibilizará laboratórios específicos de informática, química, física, biologia e matemática. 

“A primeira escola em tempo integral de ensino médio do estado inaugura um novo tempo na educação do Maranhão porque se dedicará a formar com muito mais capacidade, muito mais competência e muito mais abrangência o nosso aluno, que terá condições não só de optar por prestar o vestibular como de se inserir no mercado de trabalho”, garantiu Anselmo Raposo.

No mesmo prédio também irá funcionar o instituto de idiomas. De acordo com o coordenador de implantação do Instituto de Idiomas, Paulo Roberto Soares, o projeto ofertará formação bilíngüe aos alunos, sendo pioneiro no Brasil.


Formação de professores

Outro projeto considerado revolucionário é o Centro de Formação de Professores, criado com o objetivo de capacitar professores e gestores escolares. Serão construídos cinco centros de formação docente com sedes em São Luís (que funcionará a partir de fevereiro, no Procentro Marcelino Champagnat), Açailândia, Codó, Pinheiro e Imperatriz. 

Escola Verde

Ainda como parte das ações para melhorar os indicadores educacionais do Maranhão, foi lançado o projeto Escola Verde. A primeira unidade será construída no município de São José de Ribamar.

Essa iniciativa é pioneira no Brasil pela forma ambientalmente correta, com utilização de luz solar, coleta seletiva de lixo e tratamento da água para consumo humano. “Por meio da Escola Verde, a Seduc pretende formar cidadãos conscientes das questões ambientais,” frisou o
secretário.

FONTE: http://www.educacao.ma.gov.br/ExibirNoticia.aspx?id=3378

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br