23/03/2011 12:00 am

GOVERNO MANTÉM ABERTA NEGOCIAÇÃO COM SINDICATO DE PROFESSORES

GOVERNO MANTÉM ABERTA NEGOCIAÇÃO COM SINDICATO DE PROFESSORES

O Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Educação (Seduc), reafirmou, nesta terça-feira (22), que mantém aberto o canal de diálogo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Maranhão (Sinproesemma), mesmo após o Tribunal de Justiça decretar a ilegalidade da greve dos professores da rede estadual de ensino.

Em documento encaminhado ao sindicato, nesta terça-feira (22), a Seduc apela mais uma vez à sensibilidade da direção do Sinproesemma, conclamando os profissionais da Educação Estadual para o retorno às atividades, de modo a interromper os gravíssimos prejuízos que a paralisação está causando aos alunos da rede pública estadual de ensino, bem como às suas famílias e à sociedade maranhense.

“Mesmo com o comunicado de greve da categoria, encaminhado à Seduc, no dia 24 de fevereiro, o Governo do Estado sempre manteve aberto o diálogo com o Sindicato”, destacou a secretária de Educação, Olga Simão. Ela lembrou que, em reunião no dia 28 de fevereiro, entre o Governo e a diretoria do sindicato, o Estado respondeu à proposta de negociação da pauta de reivindicações da categoria e apelou pela sensibilidade do Sinproesemma para que a greve não fosse deflagrada, a fim de garantir a normalidade do calendário escolar.

O Sinproesemma decretou a greve em meio às negociações, mesmo depois de a Seduc mostrar, de forma transparente, a dotação orçamentária para o exercício financeiro de 2011 e sinalizar com a implantação da tabela progressiva de aumento salarial da categoria.

A Seduc ressaltou ainda que o teor das negociações com o sindicato foi amplamente divulgado pelos meios de comunicação, tendo em vista o compromisso do Governo do Estado com a transparência e a publicização de seus atos e decisões.

Valorização

A secretária de Educação, Olga Simão, disse que o Governo do Maranhão vem investindo na valorização e no reconhecimento dos profissionais da educação. “O professor tem sido reconhecido, prova disso é o compromisso do Governo de implantar, na totalidade, o Estatuto do Educador ainda este ano, contemplando, inclusive, a revisão salarial da categoria”, enfatizou a secretária.

Em um ranking do piso salarial pago a professores com curso superior, por 20 horas trabalhadas, o Estado tem o melhor salário do país, com o valor de R$ 1.631,69. O Maranhão está à frente, por exemplo, do Distrito Federal e de Mato Grosso do Sul, cujas remunerações são de R$ 1.016,77 e 994,44, respectivamente, para professores com a mesma jornada.

 

FONTE: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=15093

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br