7/10/2010 12:00 am

GOVERNO DO MARANHÃO PROMOVE ENCONTROS DE NEGÓCIOS COM PETROBRAS E GRUPO SUZANO

GOVERNO DO MARANHÃO PROMOVE ENCONTROS DE NEGÓCIOS COM PETROBRAS E GRUPO SUZANO

Empresas são responsáveis, respectivamente, pela Refinaria Premium I e por fábrica de celulose

 

 

Durante este mês, o Governo do Maranhão vai realizar dois encontros de negócios, reunindo a Petrobras e o Grupo Suzano, com o objetivo de levar ao conhecimento das empresas locais, integrantes do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores do Maranhão (PDF), as oportunidades geradas pelos investimentos da Refinaria Premium I, em Bacabeira, e da fábrica de celulose, em Imperatriz.

Recentemente, a Secretaria de Estado de Indústria e Comércio (Sinc), Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema) e a Vale realizaram encontro, em que a mineradora, a Odebrecht e Camargo Corrêa expuseram oportunidades de negócios geradas pelas obras de construção do Píer IV de Ponta da Madeira.

No caso específico da Refinaria Premium, a Petrobras e o consórcio de empresas formado pela Galvão, Serveng e Fidens, irão apresentar de forma detalhada os serviços de terraplenagem, dragagem e acesso, obras iniciais que visam preparar a área para o recebimento das unidades de processamento principais, auxiliares e de utilidades.

O prazo estimado para conclusão das obras de terraplenagem, dragagem e acesso da Refinaria Premium é de 960 dias, período em que serão investidos R$ 711 milhões. Além da geração de três mil a 3,5 mil empregos no pico das obras, os serviços irão oportunizar a contratação de bens e serviços fornecidos por empresas locais.

“A Refinaria Premium é uma obra grandiosa que irá gerar milhares de empregos e oportunidade de negócios para as empresas maranhenses em todas as etapas de sua instalação”, disse o secretário de Estado de Indústria e Comércio, Maurício Macedo.

O empreendimento, orçado em R$ 40 bilhões, e que integra carteira de R$ 100 bilhões em investimentos previstos para o Estado nos próximos cinco anos, será instalado numa área de 20 km², no município de Bacabeira, com capacidade para processar 600 mil barris/dia de petróleo.

Já a Suzano Papel e Celulose está aguardando por parte da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) a emissão de Licença de Instalação para iniciar a construção da fábrica, em Imperatriz.

O projeto da Suzano representará investimentos de R$ 4 bilhões e prevê a geração de mais oito mil empregos na fase de instalação e de mais de 18 mil, entre diretos e indiretos na operação. A fábrica, com previsão de iniciar as operações em 2013, terá capacidade para produzir de 1,3 milhão de toneladas de celulose/ano.

Com informações do Governo do Maranhão

FONTE: http://www.investne.com.br/Noticias-Maranhao/governo-do-maranhao-promove-encontros-de-negocios-com-petrobras-e-grupo-suzano

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br