5/10/2010 12:00 am

GOVERNO AUMENTA IOF PARA 4% SOBRE INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS

GOVERNO AUMENTA IOF PARA 4% SOBRE INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta segunda-feira o aumento da alíquota de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), de 2% para 4%, sobre o ingresso de investimentos estrangeiros para aplicações em renda fixa e fundos de investimento.

A medida visa conter a valorização do real, para a qual contribui os investimentos especulativos de curto prazo realizados pelo capital estrangeiro. Reivindicada pelos movimentos sociais, a restrição ao ingresso dessas aplicações caracteriza uma mudança positiva da política do governo Lula em relação ao fluxo de capitais estrangeiros. 

Guerra comercial

Nesta segunda-feira, o dólar comercial fechou em alta de 0,65%, a R$ 1,692 na venda. Esta foi a primeira valorização nos últimos oito dias. Na última sexta-feira (1º), o dólar registrou o menor valor dos últimos dois anos, a R$ 1,681 na venda.

Mantega afirmou que não é apenas uma “guerra cambial” que se vê no mundo, mas também uma tendência de “guerra comercial”. Em sua opinião, os países mais desenvolvidos deveriam adotar políticas fiscais para estimular a demanda e não ficarem tão dependentes das exportações, o que acaba incentivando atuações para enfraquecer as moedas locais.

Na semana passada, Mantega negou que o governo brasileiro estivesse prestes a adotar um aumento do IOF. “Não está prevista nenhuma alteração [de IOF] neste momento. Depois das eleições não sei”, disse na terça-feira (28). O mercado especulava, porém, acreditavam que tal medida ficaria para depois do segundo turno das eleições presidenciais, e não o primeiro.

Segundo analistas, parte da queda do dólar nos últimos dias ocorreu devido à forte entrada da moeda no Brasil. Temendo um eventual aumento do imposto cobrado, investidores estrangeiros teriam antecipado o envio de recursos ao país.

Da redação, com agências

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_secao=2&id_noticia=138624

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br