21/05/2012 12:00 am

Governador da BA mantém corte de ponto de professores grevistas

Governador da BA mantém corte de ponto de professores grevistas

GRACILIANO ROCHA
DE SALVADOR

O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), disse nesta segunda-feira que vai manter o corte de ponto dos professores em greve há 41 dias na Bahia.

O impasse deixou sem aulas centenas de milhares de estudantes.

O APLB Sindicato (Sindicato dos Trabalhadores em Educação da BA) estima que 85% dos 37 mil professores aderiram ao movimento. O governo diz que 630 escolas em 230 municípios estão funcionando normalmente. A rede estadual da Bahia atende 1,1 milhão de estudantes matriculados em 1.422 escolas, em 417 cidades.

“Até como ex-sindicalista que fui, entendo que salário é contraprestação de serviço. Se não houve o serviço, não entendo por que alguém acha que tem de receber salário”, disse o governador na tarde desta segunda.

Os professores pedem um reajuste de 22,22% –o mesmo reajuste do piso nacional da educação (R$ 1.451).
O governo, que alega que os educadores baianos já recebem acima do piso, diz que a reivindicação é irreal.

“Greve não tem bom senso, não é razoável e esse governo sempre esteve aberto ao diálogo. Eles estão pedindo 22%, aí eu fecho o Estado e entrego a chave”, criticou o petista.

O APLB Sindicato deverá realizar uma nova assembleia nesta terça, em Salvador.

http://www1.folha.uol.com.br/saber/1093636-governador-da-ba-mantem-corte-de-ponto-de-professores-grevistas.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br