7/02/2011 12:00 am

GESTÃO EM SAÚDE É DISCUTIDA NO ÚLTIMO DIA DA SEMANA INTEGRAL DO RESIDENTE 2011

GESTÃO EM SAÚDE É DISCUTIDA NO ÚLTIMO DIA DA SEMANA INTEGRAL DO RESIDENTE 2011

Além da palestra de Gestão em Saúde, durante a manhã de sexta-feira, foi proferida também uma palestra sobre Epidemiologia

No último dia da Semana Integral do Residente 2011, promovida pela Residência Médica do Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal do Maranhão, Maria Tereza Seabra, Profª. Drª. em Medicina Preventiva do Departamento de Saúde Pública e do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UFMA, ministrou a palestra intitulada “Gestão em Saúde”. 

A palestra tratou sobre a gestão da atenção que busca entender a maneira como se compreende o processo saúde-doença, definindo, assim, a forma de organizar o cuidado. “O conceito de cuidado deve ser trabalhado considerando-se a complexidade dos indivíduos doentes no contexto social em que vivem”, declara Seabra. 

Este fim será alcançado através do projeto terapêutico singular que se refere à discussão de caso clínico, no âmbito da Clínica Aplicada, que entende o indivíduo como um ser biológico, constituído por órgãos e sistemas que estão funcionando, assim como um ser social influenciado por questões culturais, religiosas etc. Todos esses fatores interferem na maneira que o indivíduo adoece, enfrenta e convive com a doença. 

O projeto terapêutico singular é um conceito teórico da Saúde Coletiva que é desenvolvido por vários autores que trabalham o cuidado, pois a atenção à saúde se traduz no cuidado com alguém. “A clínica é mais que o médico estar sentado para receber uma queixa e emitir uma receita ou um pedido de exame, o profissional tem que olhar o indivíduo no seu contexto”, explica Seabra. 

Segundo esta perspectiva, acrescenta Seabra, a adesão do indivíduo ao medicamento ou à forma de tratamento ao qual será submetido é imprescindível, visto que deve-se trabalhar com o doente em uma relação dialógica na qual ele tenha autonomia para definir o que é melhor para si mesmo, cabendo ao médico orientá-lo sobre essa decisão com vistas à uma intervenção mais eficaz. 

“A Semana foi muito interessante e estou ansiosa para o início das atividades, pois recebi boas referências sobre o serviço prestado pelo HU, referente à especialidade que escolhi, Ginecologia e Obstetrícia, que funciona no Hospital Materno Infantil”, destacou a residente Georgia Mouzinho, graduada pelo Centro Universitário do Maranhão (Ceuma). 

A palestra sobre Epidemiologia foi ministrada pela Profª. Érika Thomaz, também da UFMA. 

 

FONTE: http://www.ufma.br/noticias/noticias.php?cod=10059

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br