5/04/2011 12:00 am

FRENTE PARLAMENTAR QUER INDÚSTRIA FORTE E TRABALHADOR PROTEGIDO

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi e o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Márcio Pochmann confirmaram presença no ato de lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Desenvolvimento Econômico e Valorização do Trabalho, nesta quarta-feira (6), na Câmara dos Deputados, em Brasília. O coordenador da Frente, deputado Assis Melo (PCdoB-RS), diz que as políticas públicas para o setor produtivo, responsável por milhares de empregos vão pautar as discussões da Frente.

Segundo ele, “o fortalecimento da indústria nacional deve ser aliado à melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores, que participam ativamente na construção desse processo”.

“O colegiado atuará com a finalidade de fortalecer a indústria nacional e os direitos trabalhistas, tendo em vista que as duas temáticas constituem alicerce para a diminuição das desigualdades sociais e a construção de um país mais justo”, explica o deputado. 

Além da participação de deputados de vários partidos, a Frente contará ainda com a colaboração de entidades e instituições que promovam estudos, monitoramento ou execução de políticas relacionadas com sua temática. 

O deputado destaca ainda outras atribuições da Frente Parlamentar, como propor e acompanhar as ações legislativas que visem proteger e fortalecer a indústria nacional, a geração de emprego e renda e a preservação dos direitos dos trabalhadores; aprimorar o diálogo entre os órgãos e poderes do Legislativo, Executivo e Judiciário que tratam das temáticas das relações do trabalho, além de promover parcerias com as entidades sindicais e com instituições de ensino e pesquisa.

A Frente Parlamentar vai também acompanhar a política oficial de estímulo ao desenvolvimento econômico, diz o deputado, destacando a “necessidade de proteção dos setores produtivos da economia do país frente aos interesses do capital especulativo e a concorrência desleal das empresas estrangeiras”.

Assis Melo lembra ainda outra área importante no mundo do trabalho que exigirá a atuação da Frente Parlamentar, que é “o intercâmbio com entes assemelhados de parlamentos de outros países, em especial do Mercosul, visando o aperfeiçoamento recíproco”.

De Brasília
Márcia Xavier

 

fonte: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=151116&id_secao=1

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br