2/08/2012 12:00 am

Franceses lembram vítimas do Japão e pedem fim de armas nucleares

Franceses lembram vítimas do Japão e pedem fim de armas nucleares

 

Associações antinucleares francesas realizaram diversas manifestações em Paris durante esta semana (30/07 a 02/08), pedindo o fim das armas atômicas e recordando as vítimas dos bombardeios contra Hiroshima e Nagasaki.

 

Os atos que começaram na segunda-feira (30) se estenderem até quinta-feira, data em que os ataques estadunidenses contra as cidades japonesas completaram 67 anos. Eles deixaram mais de 200 mil mortos.

 

“Deixar o Nuclear” (“salir de lo Nuclear”), uma rede que agrupa diversas associações, é a organizadora dos atos em Paris, que tiveram início no Muro da Paz, em frente à Torre Eiffel.

Segundo o programa divulgado na imprensa, os ativistas fizeram manifestações na terça e quarta, prestando homenagem à vítimas de Nagasaki na quinta-feira (01/08).

 

“Há um bloqueio na França em relação a esses temas, por isso organizamos estas ações com o intuito de abrir o debate em torno deles”, declarou em coletiva de imprensa Patrice Bouveret, diretor do Observatório de Armamentos.

 

Sophie Morel, do Sair do Nuclear, aproveitou para recordar que no mundo existem hoje mais de 20 mil bombas nucleares, 300 delas na França. Acrescentou que milhares desses artefatos estão em estado de alerta, prontos para serem acionados.

 

Com informações da Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=190132&id_secao=9

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br