27/07/2012 12:00 am

França perdoa dívida de 4 bilhões de dólares da Costa do Marfim

França perdoa dívida de 4 bilhões de dólares da Costa do Marfim

 

Em um gesto de ruptura com o Clube de Paris, associação de 19 países em favor do auxílio financeiro para nações em dificuldades econômicas, a França perdoou na última terça-feira (24) uma dívida de 4,67 bilhões de dólares da Costa do Marfim.

O acordo foi firmado durante uma visita do presidente marfinense Alassane Ouattara a seu colega francês, o socialista François Hollande. Ele agradeceu o gesto e ressaltou que a França está, dessa forma, “auxiliando o desenvolvimento de sua população empobrecida”.

 

Ouattara assumiu seu cargo após os conflitos decorrentes das eleições de novembro de 2010. À época, o então presidente Laurent Gbagbo recusou-se a aceitar sua derrota nas urnas e determinou sua própria vitória. Sua decisão gerou conflitos que deixaram milhares de mortos pelo país. Hoje ele é réu de processos de crimes contra a humanidade.

 

Foram meses de violência até que Ouattara fosse finalmente empossado, em maio de 2011. Ao lado das forças de segurança das Nações Unidas, tropas francesas chegaram a desembarcar na Costa do Marfim para conter as tensões entre grupos governistas e de oposição.

 

Cerca de cem marfinenses favoráveis a Gbagbo que moram em Paris se reuniram um dia antes do anúncio oficial do cancelamento da dívida para se manifestarem contra a decisão de Hollande. Para o grupo, a França estaria favorecendo o governo de alguém que ocupa o lugar do “legítimo líder do país”.

 

A polícia foi acionada para remover os manifestantes das redondezas da Igreja de Saint Philippe-du-Roule. Em meio a músicas típicas da Costa do Marfim, eles bradaram mensagens de oposição a Ouattara e a políticas imperialistas. A polícia pediu que se retirassem do local, mas muitos se recusaram a cumprir as ordens e acabaram presos.

 

Fonte: Ópera Mundi

 

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=189555&id_secao=9

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br