16/12/2010 12:00 am

FORÇA AÉREA DOS EUA CENSURA SITES DO NYT E GUARDIAN

FORÇA AÉREA DOS EUA CENSURA SITES DO NYT E GUARDIAN 

A Força Aérea dos EUA está impedindo seus funcionários de acessarem os sites de jornais como The New York Times e The Guardian, que publicam documentos revelados pelo WikiLeaks. 

A major Toni Tones, porta-voz do Comando Espacial da Força Aérea, no Colorado, disse que computadores conectados à rede da Força Aérea estão barrando 25 sites que têm divulgados os documentos diplomáticos sigilosos dos EUA.

Segundo ela, a Força Aérea costuma restringir o acesso a sites com “materiais inapropriados ou ‘malwares’ (programas maliciosos), e isso inclui qualquer site que hospede materiais sigilosos e aqueles que são divulgados pelo WikiLeaks”.

O WikiLeaks está divulgando gradualmente desde novembro mais de 250 mil comunicações diplomáticas dos EUA, o que revela opiniões brutalmente francas de diplomatas sobre aliados e adversários, causando constrangimentos para o governo norte-americano.

Em nota, um porta-voz do The New York Times afirmou ser “lamentável que a Força Aérea dos EUA tenha escolhido não permitir que seu pessoal acesse informação que virtualmente todo o restante do mundo pode acessar”.

O diário britânico The Guardian não se manifestou sobre a censura, relatada inicialmente pelo Wall Street Journal.

Com informações da Reuters 

 

FONTE: http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=143847&id_secao=6

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br