9/06/2010 12:00 am

FEIRA EM MACEIÓ APRESENTA PRODUÇÃO DA REFORMA AGRÁRIA

FEIRA EM MACEIÓ APRESENTA PRODUÇÃO DA REFORMA AGRÁRIA
9 de junho de 2010

Da Comunicação CPT-AL

A 12ª Feira Camponesa de Alagoas começa nesta quarta-feira, com 100 barracas para a comercialização de 200 toneladas de alimentos livres de agrotóxicos produzidos em assentamentos da Reforma Agrária, na Praça da Faculdade em Maceió.

A feira funciona das 6 às 23h e termina na sexta-feira. Esse é um dos projetos mais expressivos da Comissão Pastoral da Terra (CPT-AL), que há sete anos promove a integração entre o homem do campo e a cidade.

A população da cidade poderá comprar macaxeira, banana, laranja, cana caiana, abacaxi, melancia, abóbora, mamão, coentro, couve, alface, cebolinha, feijão, milho, dentre outros alimentos.

Também terá a venda de mel, doces e artesanato dos acampamentos e assentamentos da reforma agrária do Litoral Norte, Sertão e Zona da Mata.

“A feira é um espaço fundamental para mostrar os resultados da luta campesina, destacar a importância da reforma agrária e garantir a eliminação dos atravessadores. É o momento que a sociedade tem contato direto com os agricultores que são os próprios feirantes, além de comprar produtos saudáveis a preços justos”, destacou Heloísa Amaral, engenheira agrônoma e coordenadora da equipe técnica que orienta os trabalhadores rurais das áreas acompanhadas pela CPT.

Todos os anos, os organizadores investem na infra-estrutura do evento, com a instalação da casa de farinha, restaurante camponês e a montagem do palco, onde todas às noites possuem atrações culturais.

Neste ano, conta ainda com uma exposição fotográfica sobre a luta das famílias camponesas de Major Isidoro e pela segunda vez terá a instalação da rádio-poste Caminho da Roça, que traz programas diversos das 7 às 17h, com notícias, entrevistas e músicas.

A atividade , que conta com o apoio da instituição alemã Misereor e do governo de Alagoas, é aberta ao público. Prestigie!

FONTE: http://www.mst.org.br/node/10064

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br