4/07/2012 12:00 am

Federação Sindical Mundial reúne juventude em Buenos Aires

Federação Sindical Mundial reúne juventude em Buenos Aires

 

A Federação Sindical Mundial (FSM) realizou o 1º Encontro do Cone Sul da Juventude da FSM. A ideia, proposta em Porto Alegre no marco do Fórum Social Temático 2012, pela delegação do Sindicado do Couro do país platino, contou com o apoio da Central de Trabalhadores e Trabalhadora do Brasil (CTB). O encontro aconteceu nos dias 29 e 30 de junho, em Buenos Aires.

Além de ter sido um qualificado espaço de debate, o 1º Encontro marca um momento histórico de intensificação da coordenação política entre as juventudes das entidades afiliadas à FSM no Cone Sul. Ressalte-se a ampliação da influência da FSM na Argentina e a construção unitária que caracterizou o processo de realização dessa primeira reunião de jovens sindicalistas no país irmão, fato que deve servir à contínua consolidação da juventude da FSM na América do Sul.

A abertura da atividade reuniu mais de cem participantes na Federação das Sociedades Galegas da Argentina, com a presença do Secretário da FSM para as Américas, o cubano Ramón Cardona, com o brasileiro Paulo Vinícius Silva, Secretário de Juventude da CTB, representando o Comitê Internacional da Juventude da Federação, o uruguaio Leonardo Batalla em nome do Encontro Sindical Nossa América (ESNA), o jornalista paraguaio Osvaldo Zayas, e, pela Argentina, Ernesto Trigo, do Sindicato do Couro, Victor Mendivil, Secretário Geral da Federação dos Trab. do Judiciário da Argentina e Mário Alderete, da Corrente Nacional Agustín Tosco.

 

O êxito da convocatória se percebeu desde a abertura, posto que o I Encontro superou as expectativas, contando, além de Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai, com a presença do Chile Cuba, Equador e México. Pelo Brasil, além da CTB, estiveram o Secretário de Juventude da Central Sindical de Profissionais, Marcelo Gonçalves e Gustavo Barbosa, da Federação Nacional dos Técnicos Agrícolas.

 

As intervenções tiveram a marca de saudar o bem sucedido processo de articulação da juventude da FSM na América Latina, palco das duas edições internacionais recentes da Conferência Internacional da Juventude ( Lima e Havana) e também dos Encontros sub-regionais centro americanos, e agora no Cone Sul. Todavia, as atenções se dirigiram sobretudo à fala do jovem jornalista Osvaldo Zayas, cujo informe sobre o golpe de Estado contra o governo democraticamente eleito de Fernando Lugo marcou o clima do encontro, com solidariedade inequívoca à luta do povo paraguaio pela democracia e pelo processo de mudanças.

 

Atílio Borón debate com a juventude da FSM

 

A mesa de conjuntura, realizada no auditório do Sindicato do Couro, contou com a presença do Doutor em Ciência Política pela Universidade de Harvard e Sociólogo, Atílio Borón, professor da Universidade de Buenos Aires que durante 9 anos foi Secretário Executivo do Conselho Latino Americano de Ciências Sociais (Clacso). Em sua exposição, abordou a crise capitalista, alertando para as movimentações militares e políticas dos estados Unidos e da Europa no contexto da crise e quanto ao cerco que se promove à América Latina, tendo por um lado a Quarta Frota e as ilhas britânicas no Atlântico – sete no total, por isso a ocupação da última delas, as Malvinas Argentinas – que se colocam diante da costa da América do Sul.

 

E pelo outro lado, as bases militares estadunidenses, claros sinais da cobiça do imperialismo sobre as imensas riquezas da América do Sul. A seguir, o Secretário Geral do Sindicato Único da Construção (Sunca), o jovem operário Óscar Andrade interveio, colocando os desafios do movimento sindical classista na América do Sul em face da crise capitalista e das armadilhas colocadas ante a integração latino-americana.

 

A plenária se dividiu em três comissões de trabalho, abordando a Crise Capitalista, a Integração Latino-Americana e a Agenda da Juventude da FSM, subsidiando com suas relatorias a Declaração Final do Encontro.

 

2º Encontro da Juventude da FSM do Cone Sul será em Montevidéu

 

As diversas organizações da região se mobilizarão para o Dia Internacional de Lutas que a FSM convoca para 3 de outubro com o tema “Alimentos, água potável, livros, moradia, medicamentos para todos os(as) trabalhadores(as)”. Entre as resoluções da atividade, ficou estabelecido que os jovens presentes se somarão às atividades de solidariedade ao povo paraguaio diante do Golpe de estado, e ampliará sua articulação sub-regional nesse sentido.

 

A partir de agora, a cada ano, um país do Cone Sul sediará o Encontro da Juventude da FSM da sub-região, sendo que a segunda edição do evento ocorrerá em Montevidéu, Uruguai.

 

Outra determinação da FSM foi a de avançar para um maior convívio entre as organizações participantes através das redes sociais e do apoio às atividades conjuntas da juventude no interior dos ramos na região.

 

O encerramento do encontro se deu com a entrega dos certificados às delegações e com um especial momento em que o Capítulo Argentino organizou uma apresentação de tango que cativou todos os presentes, regada a vinho e empanadas argentinas.

 

Fonte: Juventude da CTB

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=187677&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br