29/11/2011 12:00 am

Fazendeiros são denunciados por trabalho escravo no Rio

Fazendeiros são denunciados por trabalho escravo no Rio

MARIANA LESSA

COLABORAÇÃO PARA A 

O Ministério Público Federal denunciou nesta terça-feira (29) um fazendeiro e seus dois sócios por submeterem os empregados a condições análogas de escravidão e omitir dados de suas carteiras de trabalho, em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro.

Se condenados, eles podem pegar até 200 anos de prisão.

Uma fiscalização feita em junho por agentes da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Estado mostrou que os empregadores não disponibilizavam água potável, instalações sanitárias nem equipamentos de proteção, como luvas e botas, em quantidade suficiente para os empregados.

Também não havia condições adequadas para a realização das refeições. Além disso, alguns dados como a remuneração e a vigência do contrato foram omitidos das carteiras de trabalho dos empregados pelos fazendeiros.

Os trabalhadores atuavam no cultivo da cana-de-açúcar, preparo do solo, irrigação e no plantio de grama.

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1013902-fazendeiros-sao-denunciados-por-trabalho-escravo-no-rio.shtml

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br