26/07/2012 12:00 am

Estudantes da UFRJ ocupam Canecão e pedem centro cultural público

Estudantes da UFRJ ocupam Canecão e pedem centro cultural público

 

O prédio onde funcionava o Canecão, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, foi ocupado por centenas de alunos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) na noite de terça-feira (24). Nesta quarta-feira (25), cerca de 50 pessoas estavam no local. O reitor da universidade Carlos Levi, afirmou que considera a ocupação inoportuna.

Os alunos pedem a transformação do Canecão em um centro cultural 100% público, com ingressos a preços populares para os eventos. Além disso, reivindicam a criação de um restaurante universitário em todos os campi da UFRJ. “Um centro cultural público permite que novos nomes, que hoje não encontram espaço, possam se apresentar”, disse o estudante de jornalismo, Kenzo Soares, 21 anos, representante do comando geral de greve.

 

Durante a reunião com a reitoria, nesta quarta-feira (25), o Levi afirmou que considera a ocupação inoportuna e que as condições do imóvel oferecem riscos, em vista da inadequação de instalações elétricas e telhado, entre outras, deixadas após a desocupação pelo antigo locatário.

 

“A reitoria da universidade entende que a ocupação do espaço, ao contrário do que defendem os estudantes, desvia o foco das questões reivindicatórias de servidores técnico-administrativos e docentes da universidade junto ao Governo Federal, e não contribui para o debate sobre a greve, retomando uma questão já amplamente discutida e em andamento na UFRJ, sobre o imóvel”, diz a nota.

 

Com informações do JB

 

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=189450&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br