27/08/2012 12:00 am

Espanha tem baixo crescimento econômico em 2011

Espanha tem baixo crescimento econômico em 2011

 

A economia espanhola cresceu 0,4% em 2011, menos de 0,3 pontos do anunciado em fevereiro passado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), revelou nesta segunda-feira (27) em Madri o próprio organismo estatal.

 

Em um reajuste das taxas de crescimento da série contábil 2008-2011, o INE também revisou à baixa a contração do Produto Interno Bruto (PIB) de 2010, que passou de 0,1% ao 0,3%.

 

As cifras anuais do PIB correspondentes a 2009 e 2008 mantiveram-se sem mudanças em -3,7% e 0,9%, respectivamente, precisou o escritório espanhol de estatísticas.

 

O INE explicou que a queda de três décimos em 2011 se deve à menor contribuição da demanda externa (passa de 2,5 a 2,3 pontos) e a uma contribuição mais negativa ao crescimento agregado da demanda nacional (de -1,7 a -1,9).

 

A demanda exterior modificou-se pela inclusão na atualização dos dados definitivos do comércio exterior de bens de 2010 e das novas estimativas da balança de pagamentos de 2010 e 2011.

 

O INE costuma revisar em agosto suas cifras de crescimento, pouco antes de divulgar os dados da Contabilidade Nacional do segundo trimestre, que serão divulgados na terça-feira (28).

 

Quarta economia da zona euro, a Espanha entrou em recessão no primeiro trimestre de 2012, ao registrar uma queda de 0,3% no PIB e atravessar dois trimestres em contração.

 

O rendimento de um país em recessão define-se tecnicamente por dois trimestres consecutivos de queda.

 

Entre abril e junho, o PIB voltaria a cair em um nível similar ao dos dois trimestres anteriores, com o que a nação ibérica continuará em recessão, segundo as previsões do Governo, que prevê uma redução do PIB do 1,7% anual.

 

Fonte: Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=192307&id_secao=2

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br