6/11/2012 12:00 am

Entidades fazem ato de solidariedade à Colômbia em SP

Entidades fazem ato de solidariedade à Colômbia em SP

 

No próxima quarta (7), São Paulo será palco para um ato de solidariedade ao povo colombiano. A atividade, organizada por partidos políticos de esquerda e movimentos sociais, acontece em defesa de solução política para o conflito no país e em apoio à luta dos colombianos pela ampliação de sua democracia e de conquistas sociais e políticas. O evento acontece às 14h, no consulado da Colômbia.

 

Na ocasião, será entregue um manifesto de solideriedade à Colômbia, reunindo o apoio de diversas pessoas e entidades. O texto pede o fim dos ataques contra o Movimento Marcha Patriótica e a liberdade política no país.

 

O movimento, surgido a partir de organizações sindicais, camponesas, estudantis e culturais e de lutadores dos direitos humanos, defende bandeiras como a solução política do conflito armado na Colômbia, uma reforma agrária democrática, a sustentabilidade ambiental, a instauração de uma democracia participativa e a soberania nacional.

 

O manifesto cobra que garantia de “vida de todos os integrantes do Movimento Marcha Patriótica e que se lhes ortoguem as condições necessárias para o exercício da oposição política”, que hoje vive sob ataque.

 

O convite do ato e o abaixo-assinado também exortam “o governo colombiano a restabelecer os direitos políticos da líder Piedad Córdoba”. A ex-senadora foi destituída pelo Congresso em novembro de 2010, depois de ter os direitos políticos cassados por 18 anos pela Procuradoria (Ministério Público), sob o argumento de que ela havia extrapolado em suas funções como mediadora no conflito com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

 

O consulado da Colômbia em São Paulo fica na Rua Tenente Negrão, 140, no 9º andar.

 

Confira abaixo o manifesto. Para apoiá-lo, envie um e-mail para marchapatrioticacapbrsp@gmail.com.

 

MOVIMENTO POLÍTICO E SOCIAL MARCHA PATRIÓTICA

 

A nossa América passa por uma mudança de época que se expressa no avanço das democracias participativas, protagonizadas pelos movimentos sociais e populares em um ambiente de inclusão e dignificação econômica. Reconhecemos na diversidade e no dissenso dos partidos, movimentos e plataformas políticas o sustento de sociedades justas.

 

Neste contexto, o povo colombiano vem impulsionando alternativas sociais e políticas que superem o conflito armado interno e construam a paz com justiça social, como passo imprescindível para a democracia. Surgiu das organizações sindicais, camponesas, estudantis, culturais e lutadores pelos direitos humanos o Movimento Político e Social Marcha Patriótica, que manifesta como principais demandas na sua plataforma política, a necessidade da Solução Política ao conflito armado, uma reforma agrária democrática, a luta pela sustentabilidade ambiental, a instauração de uma democracia participativa e a soberania nacional.

 

Os ataques contra este movimento popular são ataques contra a democracia, e impedem avançar na consecução da paz, atentando contra as liberdades políticas do povo colombiano. Afirmamos com clareza que se devem respeitar e apoiar todos os esforços democratizadores e participativos que permitam consolidar América Latina como um território de paz.

 

Diante do exposto, exortamos o governo colombiano a restabelecer os direitos políticos da líder Piedad Córdoba; que se garanta a vida de todos e todas integrantes do movimento Marcha Patriótica e se lhe outorguem as condições necessárias para o exercício da oposição política. Comprometemo-nos a estar atenciosos para evitar qualquer atentado contra os direitos à vida e a participação deste movimento político e da sociedade colombiana em geral.

 

Chamamos à comunidade latino-americana e mundial a apoiar a busca de uma solução política ao conflito e a solidarizar se com o povo colombiano em sua luta por ampliar a democracia e conquistar garantias políticas e sociais.

 

América Latina, Setembro de 2012

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=198239&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br