13/11/2012 12:00 am

Duas audiências hoje podem decidir greve no setor de gás em SP

Duas audiências hoje podem decidir greve no setor de gás em SP

 

A greve dos trabalhadores em engarrafamento e distribuição de gás no estado de São Paulo terá duas audiências nesta terça-feira (13). Às 14h, haverá audiência de conciliação para a região do Vale do Paraíba, que inclui cidades como Paulinia e São José dos Campos, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Campinas. Mais tarde, às 17h, ocorre o julgamento da greve na região de São Paulo, ABC paulista e Santos, no TRT de São Paulo.

 

 

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios, Derivados de Petróleo de São José dos Campos e Região (SindMinérios), na região do Vale do Paraíba a greve completa hoje 16 dias. Em São Paulo e demais regiões, nove dias.

 

Com data-base em 1º de setembro, os cerca de 7 mil engarrafadores e distribuidores de gás reivindicam 7,39% de reajuste e mais 200% Participação nos Lucros e Resultados (PLR), o que equivale a dois salários. As distribuidoras, por sua vez, ofereceram 6% de reajuste  e 160% de PLR.

 

“Nos últimos três anos a gente negocia e fecha a proposta de 200% de PLR. No ano passado, fechamos 9% de reajuste. Então, não dá para aceitar menos que isso”, explica a presidenta do SindMinérios, Maria Antonieta de Lima.

 

Ela acredita em um acordo na audiência de conciliação desta tarde. “Estamos indo com a ideia de fechar um acordo. É um setor estratégico, fundamental, que implica diretamente o abastecimento das residências. Por isso, temos pressa. A ideia não é prejudicar a população”, completa Antonieta.

 

Para assegurar o abastecimento, os trabalhadores mantém 40% da produção do setor em pleno funcionamento, como determinou a Justiça.

 

A entidade patronal, o SindGás, reafirma conteúdo da nota emitida na quarta (7), onde “lamenta que os trabalhadores de São Paulo se mantenham irredutíveis diante da proposta aceita pela categoria em todo o Brasil.”

 

Deborah Moreira

Da redação do Vermelho

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=198746&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br