12/11/2012 12:00 am

Dois mil trabalhadores da Cetesb podem cruzar os braços no dia 22

Dois mil trabalhadores da Cetesb podem cruzar os braços no dia 22

 

Os cerca de dois mil trabalhadores da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) estão em estado de greve desde a terça-feira (6), quando foi realizada assembleia que aprovou uma paralisação por tempo indeterminado a partir da zero hora de quinta (22). Uma nova assembleia foi marcada para a véspera da greve. A empresa, por sua vez, afirma que pretende negociar com o sindicato da categoria antes do dia 21.

O motivo da paralisação é a não aplicação da verba, inclusive já autorizada pelo órgão estadual, o Conselho de Defesa dos Capitais do Estado (Codec), para o Plano de Carreira dos funcionários da agência ambiental, que trabalham de maneira descentralizada.

 

 

Apesar de não ser o ideal, o plano de cargos e salários é fruto de uma luta histórica dos trabalhadores, uma bandeira erguida por anos e anos de atuação sindical.

 

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Sintaema), uma nova assembleia está marcada para dia 21 de novembro, às 8h30, em frente ao portão principal da Sede da Cetesb, em Pinheiros. Na ocasião, caso não haja nenhum retorno da empresa, os trabalhadores devem ratificar a greve a partir do dia 22.

 

A Cetesb, a partir de sua Diretoria de Gestão Corporativa, declarou ao Vermelho estar “em permanente negociação com o sindicato representativo dos funcionários da Companhia, em busca de resolver a questão refente ao Plano de Carreira, antes mesmo da realização da assembléia da categoria marcada para o próximo dia 21 de novembro.”

 

Da redação do Vermelho

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=198665&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br