27/07/2010 12:00 am

DISCUTIDA A CRIAÇÃO DE INSTÂNCIAS DE GOVERNANÇAS

DISCUTIDA A CRIAÇÃO DE INSTÂNCIAS DE GOVERNANÇAS

 

Depois do Pólo São Luís e Chapada das Mesas, agora, os pólos Munim e Lençóis se organizam para a criação das Instancias de Governanças. No Pólo Munim, a reunião de sensibilização para a institucionalização foi realizada, nesta segunda-feira (26), no município de Icatu, distante 110 km de São Luís. Contou com a participação de técnicos da Secretaria de Estado do Turismo (Setur-Ma), gestores municipais que compõem o pólo turístico, trade local, além de representantes da sociedade civil. 

De acordo com o secretário de Estado de Turismo, Tadeu Palácio, os 10 pólos turísticos do Maranhão estão em processo de criação de sua instância.” A criação das instâncias é fundamental para a integração dos setores envolvidos nas atividades turísticas. É a partir das instâncias que os pólos devem criar condições para o desenvolvimento de atividades de forma planejada”, explicou. 

Segundo Palácio, até o final de agosto, serão realizados workshop de roterização para os profissionais do turismo nos pólos Munim e Lençóis.” Estamos trabalhando todo o percurso que vai desde o Munim até os Lençóis de forma a estimular o turismo em todo este corredor”.   

O objetivo das Instancias de Governanças é desenvolver o turismo de forma articulada, criando ambientes favoráveis para discussões políticas, sociais, econômicas e ambientais.

Os trabalhos fazem parte do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) que integram o Projeto de Constituição da Instância de Governança dos Pólos Munim e Lençóis, o que fomenta e fortalece os setores do trade turístico dentro de uma visão empreendedora, sistemática e ampla ao alcance regional.

De acordo com a diretora de Turismo de Icatu, Michele Santos, a criação da instancia deve cooperar no sentido de todos os governos se voltarem às necessidades do turismo. “Estamos empenhados para acelerar o processo da criação, e partir daí, juntos, criarmos mecanismos sustentáveis e viáveis para o desenvolvimento de todo o pólo”, afirmou. 

A Instância

A Instância de Governança Regional é uma organização com participação do poder público e de empresários dos municípios das regiões turísticas. Tem o papel de coordenar o Programa de Regionalização do Turismo – Roteiros do Brasil em âmbito regional. Podem assumir estrutura e caráter jurídico diferenciados, sob a forma de fóruns, conselhos, associações, comitês, consórcio ou outro tipo de colegiado.

FONTE: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=10843

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br