23/05/2012 12:00 am

Cuba: Rede social é usada para defender direitos da ilha

Cuba: Rede social é usada para defender direitos da ilha

 

Internautas cubanos realizam nesta quarta-feira (23) um twitaço de dois dias com a hashtag #derechosdeCuba  com o propósito de que pessoas solidárias de todas as partes do mundo defendam, no espaço virtual, a verdade sobre a ilha.

 

 

A iniciativa é a segunda do tipo neste ano e pretende expor o trabalho humanitário e solidário da Revolução, indicou o documento que convocou todas as pessoas de boa vontade para participar da ação através da rede social Twitter.

 

Estes foram alguns dos tweets replicados: #derechosdeCuba que ninguém pode ocultar, saúde gratuita, educação para todos os níveis, liberdade, acesso a cultura e esporte; #derechosdecuba: a economia como a prioridade máxima atualmente de #Cuba, estamos ajustados aos tempos.

 

Também está presente a solicitação do fim do bloqueio dos Estados Unidos e a libertação dos cinco antiterroristas cubanos presos ilegalmente neste país em 1998 por prevenir as ações contra a ilha de grupos violentos radicados na Flórida.

 

De acordo com os organizadores, a iniciativa continuará nesta quinta-feira (24), com o objetivo de continuar somando vontades para que todos conheçam a Cuba real e não a que inventaram os grandes centros de poder do capitalismo.

 

Em fevereiro os blogueiros cubanos convocaram um twitaço pelos direitos de cuba que naquela ocasião se converteu em um dos assuntos mais importantes em apenas duas horas.

 

Prensa Latina

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=184014&id_secao=7

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br