31/07/2012 12:00 am

CTB promove Dia Nacional de Luta do Servidor Público em S. Paulo

CTB promove Dia Nacional de Luta do Servidor Público em S. Paulo

 

Centenas de manifestantes participaram do Dia Nacional de Luta dos Servidores Públicos em São Paulo, na avenida Paulista, no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), nesta terça-feira (31). Além de servidores, também estiveram presentes estudantes e profissionais de outras categorias.A atividade foi promovida pela Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Os servidores federais seguem em greve há cerca de um mês e meio. A mobilização foi realizada pelas centrais para presisonar e sensibilizar o governo Dilma Rousseff sobre a situação enfrentada pelos trabalhadores do setor. Houve manifestações em diversas cidades do país, promovidas também pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Conlutas.

 

Para o presidente da CTB-SP, Onofre Gonçalves, a data é fundamental para fortalecer a luta dos trabalhadores e para deixar claro à sociedade os motivos que levaram os servidores a cruzarem os braços. “Trata-se de uma categoria fundamental para o desenvolvimento do país, e por isso é preciso que o governo federal a valorize”, afirmou.

 

Durante o ato, coube a José Bitelli, dirigente da CTB-SP e do Sindicato dos Eletricitários de São Paulo, expor aquilo que os cetebistas defendem para o funcionalismo público.

 

“Estamos aqui para defender a valorização do trabalhador do serviço público e também para defender o direito de greve da categoria. Precisamos fortalecer o Estado nacional em nome de um projeto nacional de desenvolvimento, e para isso temos que contar com profissionais bem remunerados, com mais direitos e maior valorização”, defendeu.

 

As demandas dos servidores federais são, em linhas gerais, recomposição salarial, extensão do plano de carreira estabelecido pela Lei 12.277/2010 a todos os servidores, ampliação de auxílio-alimentação e saúde, e realização de concurso público.

 

Há 25 categorias em greve no país, em 25 estados e no Distrito Federal.

 

Rio de Janeiro

 

Em passeata no centro da capital fluminense, servidores das carreiras técnicas e superiores, professores e alunos das instituições federais em greve, além de representantes de centrais sindicais mandaram seu recado ao governo durante a manhã desta terça.

 

No começo da tarde, ocuparam parte das avenidas Presidente Antonio Carlos e Rio Branco e seguiram até as escadarias do Palácio Tiradentes, sede do Poder Legislativo fluminense. De acordo com os organizadores entre 3 mil e 5 mil manifestantes estiveram presentes.

 

Com informações da CTB e Agência Brasil

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=189957&id_secao=8

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br