7/07/2010 12:00 am

CPMI CONTRA A REFORMA AGRÁRIA PODE TERMINAR HOJE

CPMI CONTRA A REFORMA AGRÁRIA PODE TERMINAR HOJE
7 de julho de 2010

Da Página do MST

Convocada com o objetivo de criminalizar os movimentos sociais, em especial o MST, a CPMI contra a Reforma Agrária pode terminar hoje (7/7). Às 14h, o relator da Comissão, deputado federal Jilmar Tatto (PT-SP), fará a leitura de seu relatório, depois de ter ouvido entidades ligadas à Reforma Agrária e órgãos governamentais.

Leia também
CPI da Kátia não achou irregularidade nenhuma no MST. E ela quer prorrogar – do Conversa Afiada

“Esperamos que os parlamentares demonstrem à sociedade brasileira exatamente o que foi visto e ouvido nas oitivas. Que, ao contrário como tentam apregoar, a Reforma Agrária é necessária e que precisa de mais investimentos por parte do Estado para promover a democratização da terra e a cidadania do meio rural”, disse Marina dos Santos, integrante da coordenação nacional do MST.

A CPMI teve a duração de seis meses. Durante este tempo, a ausência da bancada ruralista foi sentida, principalmente para averiguar os depoimentos de entidades objetos de investigação da comissão e de órgãos do governo. Mesmo ao fim das oitivas, as sessões em que seriam votados novos requerimentos foram canceladas.

De acordo com o prazo regimental, a CPMI tem que finalizar seus trabalhos até o dia 17 de julho. Depois, os parlamentares devem entrar em recesso.

FONTE: http://www.mst.org.br/node/10222

CONTATOS

facebook.com/observatorio

(98) 99999-9999

observatoriopoliticaspublicaslutasociais@yahoo.com.br